Pular para o conteúdo
Início » Consoles » Análise: PS3 por um dono do XBox360

Análise: PS3 por um dono do XBox360

PS3_Xbox

Depois de uma pausa inesperada, estou de volta aos posts com uma análise do PS3.

Mas não é apenas mais uma análise do PS3 como muitas já feitas por aí. Essa é uma análise feita pelos olhos de um dono de XBox360 que chega agora ao lado Negro dos games.

Há muitos pontos interessantes, principalmente para aqueles que como eu são novos no mundo PS3.

Como alguns sabem, a algum tempo recebi a visita mais temida por um dono de XBox360: 3 Luzes Vermelhas…

Para o meu desespero, elas apareceram do nada, sem sinal algum de que poderia haver qualquer problema com o meu console.

Superado o susto, resolvi conhecer um mundo novo. Já que teria de comprar um novo console, optei por um PS3 em vez de um novo XBox360.

Confesso que nos primeiros momentos após ligar o console a sensação de “peixe fora d’água” foi inevitável. E só não foi maior devido a eu já conhecer a XMB através do PSP…

Meu objetivo aqui não é apontar qual o melhor console, pois após adquirir o novo console, percebi que toda a guerra que há entre eles é algo totalmente inútil, visto que os dois são muito parecidos e mesmo em comparação com os jogos exclusivos, ambos apresentam muitas qualidades e os jogos multi-plataforma são ótimos em ambos, com alguns aparentando serem melhores em um e outros melhores no outro.

HARDWARE


Nesse primeiro quesito, o PS3 se mostrou muito mais completo do que o XBox360. A inclusão nativa do conector Wireless é muito bem vindo e o fato de o PS3 tb aceitar qualquer controle USB comum tb é muito legal.

O Microsoft fez com que o XBox360 se tornasse um equipamento muito difícil de se adaptar as necessidades do dono e isso pra mim nunca foi legal. O simples fato do PS3 permitir que o dono troque o HD por um de tamanho que lhe atenda já uma grande coisa. O fato de também sincronizar qualquer dispositivo Bluetooth também é algo muito interessante.

O PS3 dá uma liberdade muito grande e isso foi muito bom para me deixar mais confortável com ele.

Além do player Blueray que é, o PS3 para mim ainda se mostrou muito útil ao identificar diretamente e com muita facilidade o conteúdo do Memory Stick da minha câmera digital Sony Cybershot. Foi possível exibir as fotos e vídeos da câmera muito facilmente e ainda que esses recursos pudessem ser feitos pela própria câmera, foi legar não precisar achar o cabo de vídeo da câmera e apenas retirar o Memory Stick e inserir no leitor do PS3. Ponto extremamente positivo para o PS3. No XBox360 apesar de também exibir as fotos e vídeos, havia o trabalho adicionar de ter de passar as fotos para o PC (ou pendrive) antes de exibir no XBox…

Outra coisa simples, mas que achei legal e que contou muitos pontos para mim, foi o fato de que os controles do PS3 não tem pilhas ou baterias. O fato de eles carregarem no próprio PS3 é muito legal e garante que a jogatina não pare nunca! É impressionante como os controles são leves em comparação com os do XBox.

Software


No quesito software, infelizmente, o PS3 está bem atrás do XBox360.

A Dashboard não é apenas mais bonita do que a XMB, mas também é muito mais intuitiva e está num grau de integração muito mais elevado com a Live do que a XMB com a PSN.

Mesmo com as adições do novo firmware, a XMB ainda é muito limitada e até um pouco frustrante pra quem estava acostumado à Dasboard…

A facilidade em se achar um conteúdo ou complemento para um jogo é muito superior e ainda que a PSN seja bem legal, ainda vai levar um tempo pra chegar até o patamar atual da Live.

A PSN demonstra ter um grande potencial, mas ao mesmo tempo parece ser uma coisa totalmente à parte da interface do console. Ela deveria ser algo um pouco mais familiar e ter menos aparência de software adicional, mas ainda assim a achei bastante funcional.

Mas a Live me dá saudades.

A integração do XBox360 com o Windows Media Center é algo muiuto legal, pois permite facilmente que o XBox seja o centro multimídia da casa, enquanto o PS3 já não se integra dessa forma. Hoje a maioria dos lares possui um computador com Windows e isso dá uma ótima vantagem para a adaptação do XBox, mas o PS3 tem um poder multimídia muito grande.

Uma coisa muito legal do PS3 para mim é a possibilidade de se instalar Linux nele. Eu sou um grande usuário do sistema e gostei muito dessa possibilidade.

Jogos


Essa foi a minha maior dúvida na hora de optar pelo PS3. HALO, Gears of War e Splinter Cell: Conviction, exclusivos do XBox360, quase me fizeram desistir do console da Sony…

Até agora só tive a oportunidade de jogar o Uncharted: Drake’s Fortune e Metal Gear4. Ainda não terminei o Uncharted, mas com certeza ele já é um dos melhores jogos que já joguei na vida. Os gráficos são maravilhosos, o enredo é envolvente e os personagens são muito carismáticos.

Sei que a lista de jogos exclusivos é extensa e que se for adicionado os multi-plataforma, realmente as opções são inúmeras, independente do gênero, mas eu me identifiquei muito com as exclusividades do XBox360 e sinto muita falta…

Mas uma coisa que sempre li por aí na net foi que em muitos jogos o desempenho dos gráficos era superior no Xbox360 e pra mim isso não parece ser a maioria esmagadora, como me disseram. No GTA4, por exemplo, os gráficos no PS3 não parecem ser exatamente como são no XBox, parecem um pouco menos detalhados, mas por outro lado, quando eu jogava no Xbox, os cenários sempre iam se formando enquanto eu andava pela cidade. Já no PS3 até agora não reparei muito nisso ter acontecido. Tenho a impressão de que o jogo roda melhor no PS3, apesar do gráfico parecer mais bonito no XBox360.

Em outros jogos eu não senti diferença, como por exemplo no Fight Night Round 3. Joguei tanto online quanto offline e não percebi diferenças em relação ao XBox360.

A contar muito positivamente para o PS3 há jogos como o Formula One Championship Edition, o vindouro God of War 3, Killzone 2, LittleBigPlanet e Uncharted. Alguns podem estranhar a ausência de Metal Gear, mas eu joguei na loja e não me empolguei com o jogo… Quando eu terminar o Splinter Cell: Double Agent pode ser que eu pegue o jogo, mas hoje não estou muito empolgado…

Conclusão

Em geral, o acabamento do PS3 é muito superior ao do Xbox. O Design é lindo e a Sony se atentou a detalhes que a Microsoft deixou passar, como o logo do console girar conforme a posição em que o aparelho se encontra.

Outro detalhesinho besta, mas que eu notei e gostei muito, foi o fato do PS3 armazenar as configurações de data e hora mesmo que o console seja tirado da tomada. Eu não jogo todos os dias, então, tenho o hábito de retirar o console da tomada e toda vez que ia ligar o XBox, tinha que acertar a data e hora e com o tempo acabei deixando de fazer isso e sempre os meus saves estavam com data de 2005… Um coisinha idiota, mas que faz diferença pra mim.

Acredito que hoje os dois consoles sejam muito completos e ambos sejam plenamente capazes de suprir as necessidades da maioria dos gamers.

Na minha opinião, o que mais deve contar na hora de se optar por um ou por outro são mesmo as exclusividades e nesse quesito, o XBox360 leva uma pequena vantagem para mim, pois eu estou mais acostumado às suas franquias e sou um grande fã de duas delas que infelizmente jamais sairão para o PS3, Gears of War e Halo.

Dessa vez a minha escolha foi o PS3, mas a saudade do XBox360 é grande e espero que o console da Sony evolua cada  vez mais, principalmente na parte de software, pois ele ainda tem um grande passo a dar para alcançar os seus rivais, dos quais a base instalada do Wii parece ser insuperável.

Longa vida ao PS3!!

Relacionados e Publicidade