Pular para o conteúdo
Início » DC Comics » Conheça 7 personagens brasileiros que fazem parte da Marvel e da DC

Conheça 7 personagens brasileiros que fazem parte da Marvel e da DC

  • por

Os super-heróis permeiam a nossa imaginação desde pequenos, seja por quadrinhos, filmes, séries, ou qualquer outra mídia. Estes seres que beiram a mitologia sempre nos inspiram a ser a melhor versão de nós mesmos, dadas as circunstâncias. Mas quem acha que tais personagens são somente da América está bem enganado.

O mercado nacional  de quadrinhos ganhou bastante espaço e notoriedade nos últimos anos, produzindo diversos super-heróis, alguns bastante subversivos, até mesmo amplamente questionáveis, com histórias que deveriam ter mais espaço.

Mas dentro do cenário que conhecemos, entre vingadores e ligas da justiça, existem heróis de nacionalidade brasileira que preenchem as fileiras das produções, sejam elas vistas em celulares, computadores ou em suas televisões, seja uma de 32 polegadas, ou até mesmo uma TV 55 polegadas.

Por isso, separamos aqui uma lista com sete personagens para conhecer e que são das nossas terras tupiniquins – pelo menos em algum lugar deste vasto multiverso de possibilidades. Vamos lá?

Fogo

Criada nos anos 70 por E. Nelson Bridwll e Ramona Fradon, a personagem foi apelidada inicialmente de Flama Verde, codinome para Beatriz Bonila da Costa, natural de uma aldeia da floresta Amazônica, onde ganhou seus poderes ao ser atingida por uma explosão de piroplasma, enquanto era membro dos Espiões Nacionais do Brasil.

Seus poderes transitam entre a capacidade de voar, lançar rajadas de fogo e, quando está em sua forma completa, fazer com que qualquer objeto ultrapasse ela diretamente. 

A personagem só foi ter mesmo um grande destaque em 1987, onde ela preencheu as fileiras da Liga da Justiça Internacional, uma formação com uma pegada mais cômica, mas que ainda fez bastante sucesso na época, e durou 67 edições aqui no Brasil. 

A fase está sendo republicada atualmente pela Panini, no formato Lendas do Universo DC, com um preço bastante acessível.

Ya’Wara

Integrante da tribo indígena Tarirapé, que fica na floresta Amazônica, a personagem apareceu pela primeira vez em Aquaman #7, em maio de 2012, e foi criada por Geoff Johns, Ivan Reis, Joe Prado e Rod Reis.

Ela é integrante de um grupo chamado Os Outros, que lutou ao lado do Aquaman em sua juventude, onde cada integrante é guardião de um artefato místico atlante de tempos ancestrais, que lhes conferia poderes. 

Sendo os poderes da Ya’Wara a telepatia natural, o que faz com que ela tenha habilidades características da floresta Amazônica e uma ligação telepática com seu jaguar. Essa fase foi republicada aqui no Brasil, no encadernado Aquaman e Os Outros, que aborda todo o arco dos personagens.

Lanterna Verde da Terra D

Infelizmente, este personagem não tem uma passagem muito grande pelas histórias em quadrinhos. Sua primeira e única aparição se deu em 1985, durante os eventos de Crise nas Infinitas Terras, evento que remodelou toda a DC Comics na época.

A sua origem é bastante semelhante a de Hal Jordan, o Lanterna Verde original. Na história, o piloto José Hernandez, da Força Aérea Brasileira da Terra D, acaba encontrando o Lanterna Tagin Sur, que passa seu anel de poder para José, tornando-o o responsável pela Terra naquele universo.

Mas sua carreira de herói durou pouco. José se sacrificou logo no seu primeiro dia para salvar a Supergirl e outros civis durante os eventos da crise.

Crise nas Infinitas Terras também foi republicada pela Panini, em um encadernado de luxo, onde compila todas as edições e mais extras, para quem tenha se interessado pelo personagem.

Magma 

Agora vamos para a Casa das Ideias, com uma personagem que tenho certeza que você conhece: Amara Juliana Olivans Aquila, ou Magma, personagem que teve grande destaque em diversos episódios do desenho X-Men: Evolution.

Criada por ninguém menos que Chris Claremont e Bob McLeod, sua primeira aparição se deu em Novos Mutantes #18, em outubro de 1983. Claremont foi responsável por trazer novamente os mutantes para os holofotes, com formações que são lembradas e reproduzidas até hoje em diversas mídias.

Sua origem é um tanto inusitada. Amara nasceu em Nova Roma, um país fictício que fica escondido na Amazônia, e que foi fundado após a morte de Júlio César. Seus poderes podem controlar todo o Magma da Terra, causando erupções e terremotos com um simples pensamento, porém este poder está ligado diretamente às suas emoções, o que acaba sendo um grande risco.

Ela também pode ficar com a densidade de Magma, e ainda lançar chamas de suas mãos. Os quadrinhos que contam a sua origem não chegaram a ser publicados aqui no Brasil, porém ela é uma personagem recorrente nas histórias dos X-Men.

Xexéu

Criado em setembro de 2008, durante a série Wolverine: Saudades #1, por Larry Hama, Jean David-Morvan e Philippe Bouchet, o seu nome original é André Mexer, e foi encontrado pelo Wolverine em Fortaleza, durante suas férias pelo Brasil.

Seu poder é a Telequinesia, que pode mexer com o equilíbrio das pessoas. Porém ele foi sequestrado e lobotomizado pelo vilão Kuhrra Daizonest, e quando Wolverine o encontra, é tarde demais. Buscando se redimir, ele leva André até os EUA, onde descobre que os danos cerebrais são irreversíveis, e dá o cargo de zelador do Instituto Xavier para o jovem mutante. 

Mancha Solar

Roberto da Costa, ou Mancha Solar, foi o primeiro super-herói brasileiro da editora. Sua primeira aparição foi em Marvel Graphic Novels #14, em novembro de 1982, sendo criado por Chris Claremont e Bob McLeod, os mesmos que criaram Magma.

Ele é filho de um empresário brasileiro e de uma arqueóloga americana, e seus poderes se manifestaram durante uma partida de futebol, onde ele foi vítima de bullying. Ele consegue metabolizar a energia solar e convertê-la em impulso para voar, força sobre-humana ou até mesmo direcioná-la como calor ou radiação infravermelha.

É um dos personagens mais famosos do panteão dos mutantes, e chegou até mesmo a fazer parte de uma formação dos Vingadores, em meados de 2012.

Mulher-Maravilha

Sim, acredite se quiser, a Mulher-Maravilha ganhou uma versão oficial com uma brasileira recentemente, chamada Yara Flor, uma amazona, literalmente, que vive e teve seus poderes originados na Amazônia, e que ainda interage com muitos seres do nosso folclore.

Sua primeira aparição foi em Future State: Wonder Woman #1, em março de 2021, criada por Joelle Jones, e seus poderes são bem parecidos com a Mulher-Maravilha original, apesar de a origem ser diferente. Ela é uma versão do futuro do Universo DC, em uma fase que está saindo atualmente no Brasil, incluindo um título próprio. Vale dar uma conferida.

Marcações: