Início » Conheça a história de Metal Gear

Conheça a história de Metal Gear

800px-Metal_Gear_Solid_logo

A algum tempo atrás, eu vi um comentário em um post, que não achei, sobre as histórias de Metal Gear, então eu pensei em contar aqui a história dos games em geral e onde se encaixam os episódios que estão por vir.

Vamos relembrar aqui brevemente a ordem exata das aventuras dos Snakes que se passaram. Como é de se esperar, está cheio de Spoiler, então se você pretende jogar todos os jogos, e não estragar a surpresa, não continue lendo, senão, aproveite para conhecer mais sobre a saga e ver onde os novos episódios se encaixam.

Metal Gear Solid 3: Snake Eater (Playstation 2)

Estamos no ano de 1964 e o agente secreto Naked Snake é enviado ao leste europeu para assassinar sua ex-mentora, BOSS, e trazer de volta um cientista exilado. Durante a missão tem-se contato com o mentor do projeto Metal Gear e ajuda a traze-lo para o Estados Unidos, e ao final do game, após derrotar BOSS em uma luta dramática, Naked Snake recebe a alcunha de Big Boss e junto com o Major Zero fundam os Patriots.

Metal Gear Solid Portable Ops (PSP)

Seis anos depois de Metal Gear Solid 3, Naked Snake já não usa mais esse nome, agora atende somente por Big Boss, é preso injustamente numa ilha na Colômbia onde um misterioso grupo ameaça atacar os EUA e deflagar um conflito em meio a Guerra Fria. Este é um episódio importante para a saga, devido as suas revelações, aqui vamos conhecer o projeto “Les Terribles Infantes”, que acabou gerando os três clones do Big Boss, Solidus Snake, Solid Snake e Liquid Snake, sem contar que é neste episódio que Big Boss sai desliga do governo americano e funda a FOXHOUND, junto com seu colega Roy Campbel.

Metal Gear (MSX,NES)

Agora já estamos no ano de 1995, Solid Snake, um agente secreto recém recrutado na FOXHOUND, é enviado à África, para se infiltrar na base Outer Heaven para salvar seu colega Grey Fox. Durante essa missão, é traído por Big Boss, líder da Outer Heaven, que acaba se revelando na verdade o líder do mercenários em Outer Heaven. Nessa missão Solid destrói o Metal Gear que eles estavam construindo no local e detona com os planos do Big Boss.

Metal Gear 2: Snake’s Revenge (MSX, NES)

Mais 4 anos se passam e estamos em 1999, A Guerra Fria já acabou faz tempo, mas o planeta está enfrentando uma excassez de combustível. Um cientista tcheco, chamado Kio Marv, desenvolve o Oilix, um combústivel de alto rendimento e de custo muito baixo para produção. Devido a esse fator ele acaba por ser seqüestrado pelos mercenários do Outer Heaven. A FOXHOUND convoca então o Solid Snake, que estava já aposentado para resgatar o cientista e recuperar a fórmula do Oilix. Durante essa missão, ele finalmente enfrenta num combate corpo a corpo o Big Boss, o duelo se dá em um campo minado, e supostamente, acabamos por matar Big Boss. Nessa mesma missão ele também mata o ex-colega Gray Fox, que virou traidor e está com o Outer Heaven.

Metal Gear Solid (PsOne/Gamecube)

Agora estamos no ano de 2005, e o governo americano faz Solid sair da aposentadoria mais uma vez, mas desta vez pra enfrentar a própria FOXHOUND, que se rebelou e se tornou uma ameaça terrorista. Então Snake é mandando para a ilha de Shadow Moses, no Alasca, e nesta missão onde Snake descobre que é um clone do Big Boss e ainda possui um irmão gêmeo, Liquid Snake, líder da insurreição da FOXHOUND. E nesta missão que Snake conhece Meryl, por quem se apaixona, e conhece seu companheiro de batalhas, Otacon. Em Shadow Moses, Snake reencontra Grey Fox, que foi ressuscitado como um ninja ciborgue, e o duelo entre os dois chega ao fim. Snake consegue destruir o Metal Gear REX, motivo pelo qual Liquid toma a base, e vence seu irmão em uma batalha mano a mano. Liquid sobrevive a luta, mas morre por causa do FOXDIE, um vírus que corre nas veias do Snake, injetado por Naomi Hunter numa tentativa de se vingar da morte do irmão, Grey Fox. Diferente de Liquid, Snake sobrevive ao vírus, mas não tem a mínima ideia de quanto tempo lhe resta por causa do vírus. E após uma missão com sucesso, passa certo tempo vivendo com Meryl como um casal.

Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty (Playstation 2/PC)

O game começa dois anos após o episódio anterior, estamos em 2007, e começamos jogando com Snake em uma missão para impedir o Revolver Ocelot de rounar o novo Metal Gear RAY, junto com um grupo terrrorista soviético que quer trazer o comunismo devolta a Rússia, mas na verdade o Revolver Ocelot trai todo mundo e leva o Metal Gear Ray pra ele. Um ponto interessante, é que no game anterior Snake descepa o braço de Ocelot e agora ele está com o braço de Liquid implantado no lugar, o que ocasiona certas crises de personalidade, dando a entender que a mente de Liquid está tomando o corpo de Ocelot. Bom, a missão acaba em fracasso com Revolver Ocelot fugindo com o novo Metal Gear e Snake sendo acusado de terrorismo. Então se passa para o segundo ato do jogo, alguns anos se passaram, e um grupo terrorista sequestra o presidente dos Estados Unidos na plataforma marítima Big Shell. Então é enviado para tomar conta da situação o agente secreto Raide, supostamente menbrod a FOXHOUND, agindo novamente para o governo americano, para resolver todo o conflito na surdina. Você se encontra com Snake durante a missão, que passa a lhe ajudar em muitos pontos, mas cada um faz a missão em pontos separados e você não controla o Snake, apenas o Raiden. Após suscessivas batalhas descobre-se que a Big Shell na verdade é uma fachada para o Arsenal Gear, uma fortaleza dos Patriots com Inteligência Artificial avançada. O presidente americano na verdade fazia parte do complô, que se descobre que foi criado por Solidus Snake, o terceiro clone do Big Boss do projeto “Les Terribles Infantes”. Raiden na verdade era uma marionete do projeto e dos Patriots (que aqui dão a primeira pista de serem IA’s), para recriar o incidente de Shadow Moses, e consequentemente criar um novo Snake, uma nova lenda. No meio da bagunça toda, Raiden é ajudado por Snake e Otacon que estão tentando acabar com os Patriots. No final de tudo, Solidus morre, Revolver Ocelot já totalmente tomado pela mente de Liquid foge com o Metal Gear RAY e acabamos com Snake descobrindo mais dados sobre os Patriots e partindo pra ir atrás do Ocelot, e Raiden perdidaço e livre pra escolher o que quer fazer da vida.

Na minha opinião é um jogo injustiçado, pois muitos reclamam dele, por não se jogar com o Snake, mas pra mim é um dos meus episódios favoritos, perdendo apenas para o próximo, o final da saga do Snake.

Metal Gear Solid 4: Guns of Patriots (Playstation 3)

Agora estamos no ano de 2014, se passaram cinco anos após o que houve em Big Shell, e temos um Snake velho, que se descobre durante o jogo que é vírus FOXDIE cobrando seu preço em cima do herói. O mundo em MGS4 está desolado e tomado pela guerras, que movimentam o economia mundial. O game se inicia com Snake ainda em sua busca para se vingar e acabar com Revolver Ocelot, agora chamado de Liquid Ocelot, totalmente tomado pela personalidade de Liquid Snake, e tentando derrubar de vez os Patriots e tomar o controle pra si. O game fecha com chave de ouro todas as pontas soltas nos games anteriores, descobrimos finalmente quem são os Patriots, atualmente uma rede de Inteligência Artificial que controla a economia e funcionamento do mundo, descobrimos quem foi a progenitora dos tri-gêmeos do projeto “Les Terribles Infantes”, a Big Mama. E a caçada a Liquid finalmente chega a um fim, com a fantástica batalha final entre Liquid e Snake acontecendo, onde se descobre que na verdade, a mente de Ocelot nunca foi dominada pela mente de Liquid por causa de um implante de braço, e sim, o braço foi usado como material genético, e Ocelot mimetizou os dados psíquicos do Liquid para poder ter acesso na verdade aos controles e dados dos Patriots, que respondiam aos genes do Big Boss, pai deles, de quais eram clones. Ocelot ainda tinha o sonho de criar o Outer Heaven do Big Boss e destruir os controles dos Patriots, para os quais Big Boss trabalhava. A parte mais interessante de tudo, é descobrir no final do game, que Big Boss não havia morrido na batalha no campo minado com Snake, mas estava preso em animação suspensa pelos Patriots, mas acaba morrendo no final do game por causa do FOXDIE implantado no Snake, momento esse muito emocionante. E o game, apesar de fechar toda a saga do Snake, não fecha a saga de Metal Gear, deixando ainda pontas para uma continuação.

E o que vem agora, temos dois novos games da Saga Metal Gear anunciados, e onde eles se encaixam. Vamos tentar descobrir adiante:

MEtal Gear Solid: Rising (Xbox 360/Playstation 3)

Anunciado na E3 de 2009, gerou muito Hype antes com os virais secretos de Hideo Kojima que ele criou antes da E3, e promete ser o próximo capítulo da Saga, algo como o MGS5, se passará ao menos após os eventos de  MGS4 e obviamente teremos como herói do game o Raiden, que se em MGS2 foi odiado, foi amado em sua participação em MGS4, pena que não pudemos jogar com ele. Muito pouco ainda sabemos sobre o game, mas tomara que haja ao menos uma fase, e conte com participações do Old Snake.

Metal Gear Solid: Peace Walker (PSP)

O episódio exclusivo do PSP se passará após o Portable Ops e antes de Metal Gear 1 do MSX/NES, e como o trailer do game deixa claro, mostrará o peça que falta para entendermos quando foi e porque o Big Boss rompeu com os Patriots e o Major Zero e virou terrorista, já que no Metal Gear, ele já comanda o Outer Heaven. Mais um episódio importante para entendermos essa saga gigantesca que é Metal Gear.

____________________________________________________________________________________________

Espero que essa mega post tenha sido elucidativo para quem quer entender um pouco da saga de Metal Gear, e recomendo tentar jogar todos os games, ao menos os capítulos dos consoles mais novos.

Há sim, quanto aos “Subsistances” não são episódios em si, são os capítulos MGS2 e MGS3 com discos de bonus.