Início » Burnout Paradise 2 » Criterion pergunta aos jogadores o que eles querem ver em Burnout Paradise 2

Criterion pergunta aos jogadores o que eles querem ver em Burnout Paradise 2

Burnout Paradise

Parece que Burnout Paradise 2 vem aí! Alex Ward, vice-presidente da Criterion e diretor criativo da empresa, comentou no Twitter que “se a gente desenvolver uma sequência de Burnout, o que poderia ter nela?”, sugerindo analisar pedidos dos jogadores para um próximo game da série. Não é de hoje que a empresa sugere a criação do game, pois em outubro o Craig Sullivan, diretor criativo da empresa, comentou que eles estão planejando tanto fazer um game da série Burnout e outro da série Road Rash.

Pois bem: eu andei pensando aqui e tinha até comentado sobre isso há muito tempo atrás. Hoje, por estarmos no “ano da provável transição de plataformas”, o game pode acabar sendo lançado apenas na próxima geração de consoles, trazendo um game com visual espetacular e muitas novidades. Hoje não pediria muitos ítens da lista anterior, pois tanto no Hot Pursuit quanto no Most Wanted alguns dos ítens foram sanados, como inserir um velocímetro e modelo 3D do corredor. Então decidi fazer uma lista mais direta, e pegando algumas ideias interessantes de um tópico do Neogaf:
– Efeitos climáticos mais intensos (como chuvas torrenciais).
– Cenários mais destrutíveis, com batidas arrancando pedaços de pilares de concreto e arremessando elas longe. Ou quem sabe corridas com muita destruição, como um viaduto vindo abaixo ou algo similar. Claro que vai depender de como que eles irão fazer isso e se o cenário irá se recuperar rapidamente após sair de uma sala do multiplayer (por exemplo), mas é uma ideia interessante, desde que não comprometa a qualidade do game.
– Motos disponíveis logo no primeiro dia.
– Cidade maior e aberta.
– Uso do Autolog. Foi em Burnout Paradise que surgiu definitivamente o sentimento de competição entre os jogadores, que foi aprimorado em Need For Speed: Hot Pursuit e no Need For Speed: Most Wanted.
– Customização de carros tanto na parte da mecânica quanto na estética, com um sistema similar ao da série Forza, podendo ter um carro único (e enviar texturas de fora do game).
– Customização de trilha sonora: escolher músicas do HD do console/PC e elas tocarem durante o jogo.
– Envio de replay para o Youtube, com resolução HD nos vídeos.
– Tirar screenshots e exportar para o HD.
– Perseguições policiais.
– Batidas insanas, tipo a do vídeo abaixo. Esse ponto sempre esbarra na liberação dos direitos das montadoras, que não querem ter os carros associados a batidas insanas e os carros amassarem igual papel.

– 60 frames por segundo nos consoles.
Por fim, claro que o tweet do Alex Ward não sinaliza que eles estão anunciando o jogo, mas pode ser que eles iniciem mesmo o desenvolvimento. Então provavelmente só na E3 que pode surgir algum anúncio oficial. Enquanto isso a gente continua se divertindo no Need For Speed: Most Wanted, game recente da empresa que é praticamente uma continuação do Burnout Paradise, usando a marca Need For Speed.

Relacionados e Publicidade