Início » Diário Gamedev » Diário Gamedev 03 – Voltando ao Java e escolhendo a engine jMonkeyEngine

Diário Gamedev 03 – Voltando ao Java e escolhendo a engine jMonkeyEngine

jmonkey_engine_testes01

Depois de mais uma semana planejando os meus estudos de gamedev eu cansei. Cansei de esperar, cansei de um milagre, e, principalmente, cansei dos “posts hype” aqui no meu blog pessoal. Na verdade depois que eu abri o Select Game e vi que virou uma obrigação pessoal manter 1 post por dia lá eu acabei negligenciando a área de gamedev e este blog pessoal, já que aqui eu poderia mandar os posts de games, posts de desenhos e outras coisas, por também serem pautas. Blog bom é blog atualizado, algo que não está mais acontecendo aqui, tanto por desânimo quanto por ter enjoado de certas coisas. Aí pensei: ou eu sigo mesmo com gamedev e fazer algo decente ou eu fico só com os blogs, ganho uma grana minúscula e fico estagnado, sem sair do lugar. Então eu decidi me mexer e decidi voltar a estudar, e o dia 19/09/2009 (sábado passado) foi decisivo pra isso, onde eu consegui instalar e executar a jMonkengine, uma engine 3D para Java.

Porquê esta engine? Porquê não C++? Porquê o Java? Simples: eu quero ter um portfólio aceitável, mesmo que não seja na linguagem preferida e mais usada de muitas empresas. O Java é uma linguagem que já tenho bom conhecimento, e por isso é mais fácil fazer as coisas na engine. Além disso também tenho um ótimo conhecimento na ferramenta Eclipse, o que me faz dele a IDE perfeita para a minha necessidade atual. Eu quero mostrar que eu sei fazer aplicações gráficas pra ter uma chance de um dia entrar numa empresa. Aí depois eu posso aprender o C++ um pouco pra ter um conhecimento prévio, já que eu nem sei se um dia eu vou entrar mesmo em uma empresa pra desenvolver com C++. Talvez acabe entrando numa pra criar jogos de celulares com Java ou mesmo o iPhone, ou mesmo com o Flash, e se isso acontecer eu vou acabar passando por um treinamento breve nesta empresa.

E tem outra: já faz muito, muito tempo que quero fazer um tech-demo em 3D. Mesmo que seja apenas uma fase com texturas, colisões e uma visão em primeira pessoa. E isso será o meu objetivo final da engine (nessa primeira etapa dos estudos): fazer um tech-demo. Como ainda não sei em qual área eu deveria mesmo seguir (modelagem? game design? programação?) então eu vou fazer “de tudo um pouco” pra aprender o máximo possível da área. O meu sonho é entrar na área e o meu sonho do meu sonho é, um dia, chegar a liderar uma equipe ou ser um roteirista. É difícil? Muito, mas como ainda sou novo, quem sabe um dia eu chegue lá!

Eu  já comecei a fazer alguns testes com a engine e caso queira baixar o primeiro, pegue aqui. É apenas uma caixa flutuando (não é o que está na imagem acima. Isso é outro teste), mas foi o meu primeiro teste de integração do Blender com a engine. O código-fonte eu vou divulgar em alguns dias, num post pro GamedevBR ensinando a fazer isso. Só quero antes fazer mais alguns testes e fazer testes com texturas, já que se eu conseguir importar na engine um cenário 3D e conseguir separar os elementos (pra criação de portas que dá pra ser animadas e ficar brincando com iluminação) aí só precisarei fazer colisões e posicionar os elementos de forma a criar um local jogável. Ah, um aviso importante: é necessário ter o Java 1.6 instalado na máquina e ter uma placa de vídeo acima da GeForce 4 MX 440 de 64 MB, que é a placa de vídeo que eu uso atualmente. Não é uma placa de ponta, mas dá pro gasto e como tenho um Playstation 3 não preciso me preocupar em arrumar uma placa de vídeo Top de Linha pra estudar/jogar (pelo menos nos próximos meses).

Quando eu for fazendo mais testes e estudos vou publicando aqui. Vamos ver se desta vez eu começo mesmo a minha caminhada em direção ao meu futuro profissional como desenvolvedor de jogos eletrônicos!

Relacionados e Publicidade