Pular para o conteúdo
Início » Assassin's Creed - Unity » E3 2014 – Conferência da Microsoft

E3 2014 – Conferência da Microsoft

E3 2014 - Microsoft Conference

Aconteceu hoje a conferência da Microsoft, abrindo a E3 e nos deixando com água na boca pelo que está por vir. Vamos dar uma olhada nos highlights da apresentação?
A apresentação abriu com Phil Spencer, falando que essa era a E3 dos jogos pra Microsoft (o trauma foi grande na E3 de 2013). Após o ‘boas vindas’ inicial, nosso primeiro game foi Call of Duty Advanced Warfare, onde conferimos um pouco mais sobre o jogo. Pelo trailer/gameplay mostrado, o jogo (ou parte dele) se passa em Seul, Capital Sul Coreana, e se baseia em guerra tecnológica. No começo os soldados chegam em espécies de cápsulas em meio a um cenário devastado pela guerra, com escombros para todos os lados, naves enormes e até mesmo robôs em formato humanoide. O visual e as mecânicas de CoD estão lá, mas há um ar meio Titanfall, meio Halo.

De interessante, soldados e seus exoesqueletos, granadas multifuncionais, o swarm (um bando de robôs voadores que, acho eu, atacam o jogador – não deu pra ver muito) e o jogador arrancando a porta de um carro pra fazer de escudo. Por último, e não menos importante num jogo futurista-mas-nem-tanto, um rifle de lasers, por que né, nada mostra mais o futuro do que lasers. Dois últimos adendos: naves muuuuuito parecidas com as de Mass Effect e Kevin Spacey fazendo um bico pra pagar as contas.
Seguimos com o pessoal da Turn 10 mostrando o seu lindo Forza Horizon 2. A promessa é que o jogo siga o estilo de Forza 5, incluindo suas características (principalmente o Drivatar). Engine do Forza 5, mais de 200 carros, ciclo de dia e noite, clima dinâmico e, pra surpresa de poucos, multiplayer sem lobby, ou seja, sem espera pra entrar em partidas multiplayer. O game sai dia 30 de setembro pra X360 e XOne, a pré-venda já está disponível lá fora. Outra novidade é uma pista exclusiva pra Forza 5, a Nurburgring, que já está disponível.

A 2K veio mostrar seu Evolve, que eu imagino que seja uma evolução de Monster Hunter (aposto que alguém da desenvolvedora pensou nisso). Neste game, que parece muito interessante, quatro jogadores devem caçar um monstro, ou alguém pode ser o próprio monstro. Teremos, além do monstro, quatro classes a disposição. Um trailer muito bonito foi mostrado. Vamos aguardar mais detalhes.

Já a Ubisoft mostrou seu mais novo Assassin’s Creed, Unity. Passando na Revolução Francesa no fim do século 18, ele me passou uma sensação que eu não sentia desde a trilogia de Ezio. Tenho grandes esperanças. Confirmando o nosso palpite, foi mostrada o gameplay co-op de quatro jogadores. Nele, quatro jogadores invadem um pequeno palácio atrás de alguém importante. Foi muito bacana ver como os jogadores podem trabalhar em conjunto para resolver os problemas que surgem para que a missão seja concluída. Os desenvolvedores prometem o maior mapa da série e, pelo que foi mostrado, os gráficos estão muito bonitos. Os assassinos também parecem estar com altos aparatos tecnológicos.

Breve apresentação da Bioware, mostrando um pouco de Dragon Age Inquisition. Na verdade, não mostraram muita coisa, só um trailer. Apesar de pouco material, o trailer parecia mostrar os gráficos do próprio jogo, o que o torna bacana, mas nada muito ‘uau’. O jogo deve sair dia 7 de outubro.

A Insomniac foi um dos grandes destaques, com seu Sunset Overdrive. Esse jogo pode ser um vendedor de consoles, desde que eles o executem como estão prometendo. Na apresentação vimos um breve trailer e logo partimos pra um gameplay, que mostrou mecânicas muito bacanas, uma movimentação ágil e um gameplay que se leva a sério na medida certa, com piadas aqui e alí aliadas a um personagem carismático. Com uma pegada Borderlands em terceira pessoa, Sunset Overdrive pode ser o jogo que o XOne precisa para deslanchar. Exclusivo do console, deve sair dia 28 de outubro.

A Capcom falou um pouco de Dead Rising 3, mostrando que o jogo, além de ganhar uma versão PC, vai ganhar uma tonelada de conteúdo adicional, tudo relacionado ao 31º aniversário da empresa. Muita coisa bacana está por vir – roupas e habilidades dos principais jogos da série, desde Street Fighter a Mega Man, passando até por Darkstalkers. Novos modos de jogo também serão adicionados, e o primeiro DLC foi anunciado, ganhando o subtítulo Super Ultra Dead Rising 3 Arcade Remix Hyper Edition EX Plus Alpha (talvez em alusão a toda a ZUERA das diversas versões do Street Fighter IV).


A Harmonix entrou no palco só pra dizer que teremos mais um novo Dance Central, o Spotlight, além de Disney Fantasia Evolved – este último sai em outubro.
Já muito tradicional no console, a Lionhead Studios veio mostrar seu Fable Legends, outro game bastante aguardado. Vimos um pouco do gameplay, mostrando o estilo tradicional da série, com gráficos muito bonitos. O gameplay de um co-op foi mostrado, apresentando quatro heróis – cada um com habilidades únicas. O destaque fica por conta de um modo que te permite ser o vilão. Enquanto os jogadores tentam chegar até o fim do mapa, o vilão pode colocar armadilhas, invocar monstros entre outras coisas, uma mecânica que parece muito legal no papel, vamos esperar para ver a execução.

Project Spark também apareceu, afinal não podemos esquecer do LittleBigPlanet do Xbox. A única novidade aqui foi a aparição de Conker no fim do trailer! Pra quem jogava N64, ele é figurinha carimbada entre os melhores personagens (e jogos) já criados pro console.

Já a Moon Studios mostrou um interessante adventure, Ori and the Blind Forest, com uma pegada que lembra muito Dust an Elysian Tail.
Vamos falar de coisa boa? Vamos falar da nova Tec- digo, do novo Halo! O mais novo console killer da Microsoft teve um trailer muito legal, mostrando um pouco Master Chief e seu rival – talvez? Ainda não sabemos se de fato o outro Spartan que aparece no trailer e também na capa do jogo é do ‘bem ou do mal’. O destaque – e que destaque – fica com Halo The Master Chief Collection, coletânea que reúne os primeiro quatro jogos numerados da série para XOne, sendo que Halo 2 será a versão remasterizada, assim como fizeram com o primeiro jogo. Prometendo o multiplayer de cada uma das versões, mais de 100 mapas multiplayer no total, tudo rodando a 1080p@60fps, a coletânea explodiu cabeças. Muita coisa interessante foi falada aqui e eu não quero me estender, mas certamente será compra mais que obrigatória pra quem tem XOne.

Um pouco de Inside, novo game dos criadores de Limbo. Ele parece maravilhoso, me deu vontade de jogar, um clima de terror com visual muito lindo a sua maneira. Nada mais foi divulgado. também foi falado um pouco sobre o ID@Xbox, programa para ajudar desenvolvedores independentes a colocarem seus jogos na Xbox Live. Um trailer com muitos jogos indies interessantes foi mostrado.
Na sequência tivemos a revelação do novo game da Lara Croft, chamado Rise of the Tomb Raider. Com um trailer bacana, o que mais me chamou a atenção foi que, pra quem jogou o reboot, essa Lara segue o que ela se tornou no fim deste game. Tenho grandes esperanças pelo jogo.

Em seguida, tivemos a CD Project Red mostrando seu maravilhoso The Witcher 3: Wild Hunt. Podemos conferir um pouco do gameplay, que parece muito similar ao de Witcher 2 e deve agradar aos fãs da série. O jogo está muito lindo e o gameplay mostrado – uma caça a um grifo – deixou um gosto muito bom na boca de quem viu.

Outro detalhe muito maneiro é que o game será lançado com dublagem e legendas em português aqui no Brasil! Saiba mais aqui!
Para o pessoal da antiga, a galera que nos trouxe o novo Killer Instinct anunciou Phantom Dust, provável remake do jogo lançado para o primeiro Xbox em 2005. A Massive Games nos trouxe o último jogo a levar o nome de Tom Clancy, The Division. Devo admitir que o game me surpreendeu positivamente. No gameplay mostrado, os gráficos estavam bacanas, a cidade pós-apocaliptica estava legal e a mecanica me agradou. Uma coisa que chamou bastante a atenção foi a conversa entre os integrantes do seu esquadrão, com respostas instantâneas a eventos que estão acontecendo, além de dicas para ajudar o jogador. Infelizmente, só pra 2015.

Para quase-terminar a apresentação, a pessoa com mais emoção que eu já ví na minha vida, tendo expressões faciais mais realistas que as da Kristen Stewart, Hideki Kamiya, da PlatinumGames Inc (se você colocar o nome dele no Google, não vai entender, tem que ver a apresentação). Ele mostrou um trailer com um game que promete muito e que é novidade – Scalebound. No trailer, vemos um personagem fugindo de um monstro numa floresta. Quando ele finalmente sai da floresta, dá de cara com um dragão. Obviamente que o dragão e o cara eram amigos! Uma luta se segue onde os dois derrotam o monstro. Na sequência, uma Hidra gigante aparece e vários outros dragões partem para ajudar nossa dupla. Fim do trailer e nada mais divulgado.

No final, a Cloudgames veio com um reboot (é o que parece) um tanto inesperado. Estamos falando de Crackdown e o seu visual cel shading um tanto datado. Nota: só acho ser um reboot porque eles não numeraram o jogo, que deveria ser o terceiro da série. No trailer mostrado vemos um grupo derrubando um prédio só pra fazer esse prédio destruir outro prédio que é o alvo original. Totalmente exagerado, melhor esperar pra ver.

Phil Spencer volta ao palco, fala como a Microsoft está trabalhando para fazer com que o XOne seja o seu único videogame na sala e que eles amam todo mundo. Nada de Gears of War… Não espera! No trailer de encerramento, mostrando um pouco de cada coisa que foi mostrada até aqui, muito rapidamente vemos a icônica engrenagem da série. Será que teremos novidades em breve?
Obrigado por acompanhar as novidades da Microsoft aqui no Select Game e fique ligado para mais informações sobre a E3 a qualquer momento neste mesmo blog, nesta mesma internet!

[Com a colaboração de Matheus Limeira e Rodrigo Flausino – Créditos das Fotos – Twitter do CVG e Neogaf]

Relacionados e Publicidade