Início » ABC » Marvel’s Agents of SHIELD – S02E02 – Novos jogadores no jogo da espionagem entre HIDRA e SHIELD

Marvel’s Agents of SHIELD – S02E02 – Novos jogadores no jogo da espionagem entre HIDRA e SHIELD

Agents of SHIELD - CLARK GREGG, NICK BLOOD

Um segundo episódio não tão eletrizante quanto o primeiro em Marvel’s Agents of SHIELD, mas que agora decidi experimentar uma outra abordagem nas minhas impressões e nos comentários (deixando de relatar o episódio todo e comentando alguns pontos-chave, abrindo algumas discussões sobre o episódio). O segundo episódio é continuação direta do primeiro, mostrando os acontecimentos após o acidente de carro que vitimou a Hartley (a líder dos mercenários que estavam ajudando a SHIELD), que foi causada por Carl Creel, vilão “relativamente mutante” que deu trabalho nestes primeiros episódios, tendo a sua habilidade de absorver materiais, transformando as suas moléculas no material absorvido. Ele acaba sendo perseguido por Melinda May (segunda em comando da SHIELD, sendo atuada por Ming-Na Wen), e ele começa a sofrer os efeitos colaterais de ter tocado no “Obelisco”, o objeto que pode causar morte da pessoa com um processo similar a uma petrificação/queimadura.
Também vimos a reaparição de personagens conhecidos da primeira temporada. Uma delas é a Raina, que estava junto com a HIDRA na primeira temporada, mas que acabou sendo uma nova jogadora nesse novo jogo entre a SHIELD e a HIDRA. Ela também quer o objeto, e ao tentar negociar com Creel, ela acaba perdendo um material com características perigosas (altamente resistente e capaz de absorver energia) e com isso ela acaba tendo de ajudar a SHIELD, usando o material de localizador para encontrar Creel, que tentará repassar o objeto para a HIDRA.

Nesse meio tempo Raina acaba conseguindo o objeto, e a SHIELD finalmente consegue capturar o Creel, usando um objeto que eles já tinham, após o Fitz ter lembrado sobre esse objeto, causando uma reação molecular em cadeia. Nesse ponto a abordagem dos roteiristas é de mostrar menos a Jemma, que está mais “na cabeça dele”, pois no primeiro episódio dava a entender que ela estava na equipe, mas que agora ela apenas faz parte dos devaneios do cara. Aliás, essa parte também foi abordada por Skye e os outros membros da equipe durante o episódio, por conta da agente ter “ido embora” sem dar satisfações.
No final do episódio dá pra entender que Raina trabalha com um suposto cara que pode ser o pai da Skye, por conta dele pedir pra trazer a “filha” de volta, além dela ter sobrevivido ao “toque” do Obelisco, dando a entender que o Obelisco escolhe quem merece viver, e que ele pode acabar definindo o destino dos personagens da trama. Ainda sobre o provável “pai” da Skye, no episódio anterior o Ward também tentou comentar sobre isso com a agente, mas ela não quis dar mais ouvidos a ele, e pode ser um dos motes da nova temporada. Pois ela pode ser filha de pais que tem um gene “potencialmente violento”, que pode acabar se desenvolvendo nela e causar diversos problemas no futuro para a SHIELD. Só futuramente veremos mais desta abordagem dos roteiristas, pois acredito que tudo irá caminhar pro segundo filme dos Vingadores (A Era de Ultron) que irá estrear em 2015 nos cinemas.

[Foto do topo via Comic Book]

Relacionados e Publicidade