Início » Hideo Kojima » Metal Gear Solid V: The Phantom Pain é oficializado: junção de Ground Zeroes com The Phantom Pain

Metal Gear Solid V: The Phantom Pain é oficializado: junção de Ground Zeroes com The Phantom Pain

Metal Gear Solid V

O maior troll inteligente de todos os tempos. Hideo Kojima conseguiu um feito notável nesses últimos meses, primeiro com o anúncio de Metal Gear Solid: Ground Zeroes, novo game da série para Playstation 3 e Xbox 360. Recapitulando: no game o jogador é Big Boss/Naked Snake, que estava em uma base à noite e num game totalmente aberto, e com ele, da Fox, enfrentando uma organização chamada Xof (Fox ao contrário), comandada por um maluco com o rosto todo desfigurado. Na época o criador da série tinha comentado que o game seria um prólogo para Metal Gear Solid V, que eles iriam anunciar posteriormente. O gameplay impressionou, trazendo gráficos impressionantes e uma base totalmente aberta, junto com a premissa de um jogo “sem Game Over”: caso o jogador seja descoberto, teremos uma nova abordagem, transformando “as fugas em parte integral do jogo e permitir que as pessoas façam coisas como pedir ajuda pelo rádio”.

Na época, também tinha comentado que a demonstração estava rodando em um PC top de linha (high end), mas eles não tinham anunciado o game para PCs, tendo apenas a confirmação das versões para Playstation 3 e Xbox 360. Desde então não rolou muitas informações relacionadas, tendo apenas que o game terá diversos mundos abertos (no caso várias bases) e a vontade do criador em fazer outros spin-ofs com outros personagens, como a The Boss. O foco de marketing da Konami era o Metal Gear Rising: Revengeance, que chegou com notas razoáveis e pessoas divididas, por conta da demonstração relativamente mais fraca e com um controverso sistema de bloqueios para substituir a famosa esquiva que tem na maioria dos games de ação.
Algum tempo depois do anúncio do Ground Zeroes, surgiu no Video Game Awards o “The Phantom Pain”. Seria apenas um jogo novo e com gráficos potentes, mas o vídeo tinha tantas referências à série Metal Gear que virou o “game-sensação” do evento: As teorias estão neste post, e tudo apontava para que o game tivesse alguma relação com o Metal Gear Solid 5, o game que o criador estaria fazendo, mas que ainda não tinha sido anunciado oficialmente. The Phantom Pain estava sendo feito por uma empresa chamada Moby Dick Studios, baseada na Suécia e com o Joakim Mogren, um anagrama para Kojima, e recentemente o Geoff Keighley, host do Gametrailers, tinha publicado uma entrevista com o cara. Muita gente já teorizava que ele seria feito em CG, já sugerindo que a Fox Engine seria uma engine realmente foda e foto-realista. Aparentemente, ele era “real”, sendo alguém com uma máscara toda enfaixada:

Depois disso, ainda faltava a confirmação oficial, e ela veio hoje, na conferência do produtor na Game Developers Conference. Resumindo, a Konami oficializou o Metal Gear Solid 5, sendo que os 2 games (Ground Zeroes e The Phantom Pain) é na verdade um game apenas: Metal Gear Solid V: The Phantom Pain. O primeiro jogo da série a usar um “algarismo romano” na numeração. Durante a conferência foi mostrado diversos detalhes da Fox Engine e trailers do game, e neste novo game o Snake estará em coma durante 9 anos e acordará no hospital.
Trailer Oficial:

Gameplay:

Mas qual seria a relação entre o Ground Zeroes e o The Phantom Pain? Segundo o Kojima, o Ground Zeroes é o prólogo, que continuará depois sob a “alcunha” de The Phantom Pain e com o Snake sem o braço original e tendo posteriormente um braço biônico. Outras pessoas nos trailers sugerem o retorno de diversos personagens conhecidos, como The Boss, Psycho Mantis e seu cabelo vermelho; e o Revolver Ocelot:


Junto com essa informação, também foi publicado no UOL Jogos que o David Hayter não dublará o Solid Snake. Pelo Twitter, ele confirmou a um fã que a Konami nem chamou ele para ser novamente a voz do personagem, o que é bem ruim: como aconteceu com o Sam Fisher no Splinter Cell: Blacklist, é complicado pensar num personagem icônico sem a voz original, e vai ser difícil escutar o Snake com uma voz diferente da normal. No trailer acima, diversos fãs comentaram que o cara com o rosto enfaixado que ajuda Snake (chamado de Ishmael) pode ter sido dublado pelo Kiefer Sutherland, o Jack Bauer da série 24 Horas. A Konami e o ator não confirmaram esse detalhe, e o cara enfaixado pode ser na verdade uma alucinação criada pela mente de Snake, e pode ser que o Kiefer esteja dublando também o Snake. A produtora não divulgou ainda a listagem oficial de dubladores, e por isso teremos de esperar até eles anunciarem, e bem que eles poderiam chamar o David para ser novamente o Snake.
Com o fim dos rumores e da novela “The Phantom Pain”, agora é esperar pelo novo game oficial da série, que ainda não tem data de lançamento. Chuto que o game será lançado só em 2014, e a Fox Engine será usada pela Konami não apenas para a série Metal Gear, mas em outros games futuros da produtora. O Pro Evolution Soccer 2014 também usará a nova engine, e me pergunto se o Castlevania: Lords of Shadow 2 também estaria usando a Fox Engine, apesar do trailer anterior não dar indícios que tem gráficos potentes. Só no futuro para saber que games podem ser feitos, e os jogadores já pedem um Zone of The Enders 3, que poderia ficar realmente muito foda na próxima geração de consoles.
Abaixo tem algumas imagens capturadas dos trailers, que peguei no Neogaf. Metal Gear Solid V, o hype está apenas começando!
[nggallery id=585]
[Via UOL Jogos, Gamesfoda e Neogaf]

Relacionados e Publicidade