Início » DS » Nintendo poderá bloquear lucros de Youtubers com vídeos dos seus jogos

Nintendo poderá bloquear lucros de Youtubers com vídeos dos seus jogos

Wii-U Joystick Gamepad Youtubers

Espero não ser o único que acha que estamos numa nova bolha de publicidade. Se antes a vez eram os blogs de qualquer tipo, hoje estou vendo muita gente criar canal do Youtube para criar uma graninha, o que não é nem um pouco errado (até eu penso em tentar às vezes, mas não tenho equipamentos necessários para fazer com regularidade). E com a popularização dos “Youtubers”, as donas dos próximos consoles da próxima geração estão de olho nesse mercado e irão inserir funcionalidades de gravação nos seus consoles, como a Sony e seu Playstation 4 e “talvez” a Microsoft no próximo Xbox (se os rumores se confirmarem). Os youtubers estão se multiplicando e os grandes estão ficando ainda mais populares, mas parece que teremos certas produtoras que enxergam isso com maus olhos.
Tipo a Nintendo. Segundo o Eurogamer, a empresa, através da ferramenta “Content ID Match”, irá identificar os jogos dela para “monetizar com a publicidade incluída nos vídeos ou até bloqueá-los em determinados países”, segundo o site Gamefront. A ferramenta permite que o vídeo continue no ar, mas sem o lucro do Youtuber, e aparentemente “só é aplicável a vídeos que excedam uma determinada duração.”. Sem essa parcela da publicidade os utilizadores do site de vídeos já começaram a comentar que não irão mais fazer vídeos de jogos da Nintendo, e eles argumentam que “só porque a Nintendo é proprietária do jogo que estão a jogar, não significa que seja proprietária do vídeo, que inclui os comentários do jogador e a sua forma de jogar.” A discussão é bem interessante sobre isso, mas não acredito que isso esteja nas “EULA” dos jogos em questão (sei que as produtoras não permitem aluguel, mas as locadoras de jogos ganharam mais popularidade com o PS3), e eu concordo com os Youtubers sobre os “direitos autorais” dos vídeos. Seria similar a um detonado criado por uma revista, que acaba usando conteúdo da produtora.
Agora, sinceramente acho que isso vai ser pior para a Nintendo, pois, apesar dos caras estarem tendo algum trabalho em jogar e fazer vídeos, é uma propaganda aos jogos dela. Se um determinado jogador curte algum jogo e fala bem no vídeo, outros jogadores começam a comentar, divulgar o vídeo em sites/fóruns e etc, gerando propaganda gratuita e positiva. Se eles não o fizerem, a “publicidade gratuita” (que nem é tão gratuita) pode diminuir. Talvez não faça tanta diferença na parte financeira da BigN, mas como o Wii-U vai mal das pernas no momento, qualquer comentário negativo acaba prejudicando ainda mais a situação. E acho que a Nintendo poderia fazer um acordo com o Google para ganhar alguma graninha dessa publicidade, sem precisar eliminar os ganhos do Youtuber e causar todos esses problemas. E até mesmo boicotes prováveis dos grandes canais como o Machinima pode ser bem danoso a logo prazo para a Nintendo.

Relacionados e Publicidade