Início » PlayStation 4 » O que rolou de legal no anúncio do Playstation 4

O que rolou de legal no anúncio do Playstation 4

ps4_logo small
Essa semana a Sony fez a felicidade da gente ao anunciar o começo da próxima geração, o agora oficial Playstation 4. Temos muito a agradecer a atual geração, que criou alguns padrões para a próxima: HD nos consoles se tornou um padrão, interatividade on-line se tornou uma exigência, a diminuição de fios uma necessidade.
E agora a Sony disparou na frente e mostrou que teremos a próxima geração para o final de 2013. Claro que estamos falando de gráficos melhores, mas na apresentação rolou muito mais do que isso, tivemos demos, tivemos muita informação. De uma maneira geral, foi o grande dia dos gamers, foi a assunto das redes sociais. Segue agora os pontos que eu (veja bem, é minha opinião) do que foi legal e do que não foi tão legal assim na apresentação.
O Lado Legal:
A Especificação do Console é Impressionante

Ainda não vimos e nem ouvimos sobre o que a Microsoft tem na manga, mas se formos considerar os rumores até agora, o console da Sony está disparado na frente. Isso importa? O PS3 é mais poderoso que o Xbox 360, mas perde em vendas para o console da Microsoft. O que sabemos? Foi construido em cima de um processador X86 AMD, terá 8Gb de memória e HD interno (e acho que podemos considerar no mínimo 250Gb, é padrão para os dias de hoje). Com tudo isso, e vocês ainda vão ficar vendo Netflix no console, aposto.
O novo controle é muito louco


Até que o DualShock 4 não foi uma total surpresa (já que as imagens vazadas eram bem reais), e isso não é ruim. Para quem é fã da Sony e tem ou teve desde o Playstation 1, o controle não é muito diferente, e parece que eles não querem fazer diferente, mas a cada versão ele tem funcionalidades melhores e mais legais. E está tudo lá: dois analógicos, vibração, wireless, e agora com a adição do botão “Share” e de uma tela com Touch (parece até a do Wii U, mas não ai um monitor que nem no console da Nintendo). E ainda um novo sensor de movimento e o Playstation Eye está parecendo um Kinect.
Jogos! Watch Dogs realmente me impressionou.

Quando Wacth Dog’s foi mostrado na E3 de 2012, achei até bacana e impressionou todo mundo, mas depois disso ninguém mais falou do jogo. E então a Sony me chega e mostra esse cara no Playstation 4 e como ele ficou legal no console. É um jogo e tanto e chama muito a atenção.

Ainda tivemos a Blizzard lá, indo para o mundo dos consoles, que pode não ter tirado um coelho da cartola e mostrado o bom e velho Diablo III, mas e o que pensar do futuro, no que estará por vir ainda para o console. E contando ainda na conta a Bungie com o jogo Destiny, que está também chamando muito a atenção.

Interatividade

Todo mundo sabe que eu sou um ermitão praticamente, e quase nunca jogo on-line. Mas não quer dizer que eu não goste de compartilhar as coisas on-line, e adorei a idéia de poder assistir a um amigo jogando um determinado jogo, e até poder pedir ajuda a um amigo pra poder passar uma fase ou chefe. Imaginem os vídeos maneiros que vamos ter com essa possibilidade de compartilhar o conteúdo.

Tela de Load e Atualização serão coisa do passado

Acho que esse é o maior FAIL desde que os consoles sairam do mundo dos cartuchos, os loadings intermináveis para carregar a próxima fase ou tela. E pior, quando ir jogar um jogo, exemplos ricos disso, o Gran Turismo 5 ou o Little Big Planet que toda vez que você colocava o jogo lá pra jogar, era uma atualização pra você, e as vezes grande. E se isso funcionar como o desejado, obrigado Sony.

Mas nem tudo são flores, temos um lado que não foi tão legal assim:

 Afinal, não vimos a cara do console

Sei que é uma estratégia para não queimar munição antes da E3, sei que o não mostraram o design porque ele ainda não está 100% pronto. Vimos o novo controle, um monte de Demos bacanas, mas ainda não temos idéia de como ele ficará na nossa estante. Isso me frustrou um pouco. E não estou argumentando aqui o fato de ele ser oficial, que o mais importante e saber quão poderoso ele vai ser, parece óbvio, mas o design também é importante, e é peça chave.
Sem compatibilidade real com o PS3

 
Não teremos isso, não de maneira completa. Eles disseram que poderemos jogar jogos do PS1, PS2 e PS3 via serviço na nuvem. Certo, mas e se eu já tenho os discos dos jogos, por exemplo, os meus God of War, eu não posso simplesmente colocar no PS4 e jogar? Pegadinha do Malandro. “Eu fiquei chateado Kratos. Eu REALMENTE fique chateado”.
Jogos, algumas empresas decepcionaram.
Começando pela Blizzard, apesar de eu achar um enorme potencial futuro aqui, mostrar só Diablo III? E a Square-Enix, entrar lá, passar o demo da E3 do ano passado, e simplesmente dizer, “vai ter um Final Fantasy”. Era óbvio que vai ter, podiam ter mostrado nem que seja uma foto ao menos. A Capcom também, falou da engine nova, deu um gostinho bom na boca com o tal do Deep Down e “beijinho, beijinho, tchau, tchau”.
_____________________________________________________________
O maior medo aqui é ter muito rumor ainda sobre o console, afinal qual é a data real de lançamento, final de ano de 2013, meio vago não. Qual preço e modelos? Sem contar toda essa promessa de gráficos melhores, interatividade maravilhosa, mas será que é real, ou vimos apenas uma apresentação montada para impressionar? Fato é, eu não queria estar na pele da equipe da Microsoft na quinta-feira após a apresentação, pois devem ter chegado pra trampar com a sensação de que a “agua bateu na bunda”, hora de correr atrás do prejuízo. Então realmente estou empolgado pra ver a resposta da Microsoft para isso, já que a Nintendo é carta fora do baralho faz tempo. Uma certeza pode-se ter, nós, gamers de consoles, só temos a ganhar.
 

Relacionados e Publicidade
Marcações: