Início » Assassins Creed Brotherhood » O que você jogará neste final de semana? (100)

O que você jogará neste final de semana? (100)

A centésima edição da coluna mais tradicional do blog. Quando iniciei a ideia de perguntar para vocês os games que vocês iriam jogar no final de semana eu não esperaria chegar a este número e não esperaria ter tantos comentários nas edições. Uma ideia copiada do Kotaku americano e que se tornou uma das poucas colunas que nunca falharam, tendo um post todas as semanas, onde apenas 1 vez eu pedi ao Sérgio para postar já que era uma semana que não iria jogar. Só que o mais engraçado é que eu joguei naquele final de semana, jogando pouco, claro, mas jogando.

Aliás, lendo o primeiro post da série deu pra perceber que os primeiros comentaristas, exceto o Hodoufo, ainda fazem parte do círculo de leitores/editores do blog, como o Pablo Raphael (na época editava o Hardgamer), o Gustavo “tenho o PS3 mas no momento virei PC-gamer” Vasconcelos, o Elias (que comprou um X360 de uns tempos para cá) e o Diego, que era editor do GamedevBR e que foi transferido para cá! O primeiro jogo comentado foi o Uncharted: Drake’s Fortune, que aluguei e achei o game sensacional. Ainda é altamente recomendado, apesar do fator-replay do game ser menor que o segundo game da série.

De lá para cá, vocês acompanharam a minha evolução da diversão no Playstation 3. Depois do Uncharted, voltei ao Burnout Paradise, onde joguei direto por 6 semanas seguidas, tendo apenas alguns descansos com o Gran Turismo 4 e o GT 5 Prologue, alugado na época. Passei pelo demo do Motorstorm 2: Pacific Rift, inFAMOUS, e no décimo post tentei uma ideia diferente, onde o blog ganharia troféus:

Na semana seguinte, tentei gostar de GTA 4, sem sucesso, aliado a um multiplayer anárquico horripilante, na única vez em 100 posts que eu tentei dar uma chance ao jogo. Peguei LittleBigPlanet (que tinha chegado bem antes) e fiquei 2 finais de semana jogando, dando uma pausa depois para o demo de Call of Duty: World at War, Splinter Cell (no PC) e Resident Evil 5, jogando co-op com o Gustavo. Então começou o revezamento Tomb Raider/ série Splinter Cell, jogando num final de semana o primeiro game, duas no Tomb Raider Underworld e outra no Pandora Tomorrow, o segundo jogo da série de espionagem da Ubisoft.

Passei pelos demos de Ninja Gaiden 2 Sigma, Brutal Legend (o demo sensacional que escondia um game mediano) e no terceiro aluguel do Tomb Raider: Underworld eu consegui o meu primeiro troféu de platina! Então parti pro Splinter Cell: Double Agent, o demo com o Clank de Ratchet And Clank Future: A Crack In Time, com seus 2.35 GB. É até engraçado citar ele hoje, já que na época 2.35 GB era um tamanho astronômico para qualquer demo e hoje muitos demos tem este tamanho. Betas de multiplayer tem este tamanho. A minha internet deu um salto desde aquela época, onde parti dos 300 Kbps para 2 MBps, onde as velocidades aumentaram e o tempo de download diminuiu para muitas aplicações, exceto os demos gigantes.

Passei por Trine, Soldner-X: Himmelssturmer e na trigésima semana o demo arrasador do God of War 3, depois de 2 downloads completos do maior demo de um game até aqui, com quase 3 gigabytes de tamanho. O caos se instalou naquela semana, onde tinha uma conta com o demo, muita gente foi baixando e enquanto eu fazia o primeiro download ocorreu um apagão geral em todo o Brasil. O arquivo corrompeu e consegui ter sorte de baixar novamente, com mais 12 horas de download ininterrupto.

Depois comecei a jogar direto o Killzone 2. Single-player até o momento espetacular e um multiplayer viciante, eu fiquei 5 semanas direto, parando apenas para jogar a versão completa do Brutal Legend. Já em 2010 comecei a maratona Uncharted 2, com algumas paradas ocasionais com games como o Critter Crunch e o demo do Heavy Rain. Nesse meio tempo aconteceu o ApocaliPS3 e chegaram o God of War Collection e o Street Fighter IV, até o dia 27 de março. A semana com o menor post de todos os tempos da coluna. O primeiro final de semana com o God of War 3!!!

Primeiro final de semana, e jogando patologicamente. Zerei em 3 dias!!! Acho que a maioria aqui também zerou o God of War 3 rapidão, e que game espetacular! Continuando o retrospecto da coluna, depois do God of War 3 re-aluguei o primeiro Uncharted para terminar no Crushing Mode (modo mais difícil), a coluna completou 1 ano de existência, joguei o Dante’s Inferno, demo do Split/Second, mais multiplayer do Uncharted, mais Soldner-X e cheguei a alugar o Heavy Rain. Nessa hora eu fiquei com medo de postar, por conta dos espíritos de porco que poderiam contar o final do jogo. Prometi a mim mesmo ficar longe do Twitter, ficar longe do blog, ficar longe da internet, da PSN, mas não consegui. E tive sorte de não terem contado o final, até zerar o game.

Final de Semana 60. Aluguei o Prince of Persia cell-shading. Me arrependi de ter alugado, já que no sábado, no sábado, chegou por sedex o melhor game que já joguei na minha vida: Demon’s Souls. O RPG sádico, e que é o game mais comentado pelos leitores aqui na coluna. É difícil pegar todos os comentários e fazer análises e estatísticas, mas dá pra perceber facilmente que é um game único e que a maioria gosta de jogar, por mais difícil que ele seja. Como as pessoas tem estilos diferentes e é um mundo aberto onde você pode escolher as locações para ir (tendo poucos locais travados, como o mundo 1-3 que só é habilitado depois que você derrota o chefão máximo de um dos outros mundos) então não existe dois jogadores que fizeram as mesmas coisas ou usam o mesmo estilo de jogo. Esse é um fator bem interessante do game!

Fora que as pessoas tem de ter um lugar para estravazar a sua raiva. Ou pelo Twitter, ou pelos comentários do blog. Demon’s Souls se tornou o game da vez por muito tempo, com a galera jogando e alguns platinando. Inclusive 2 vezes!

Também passei pelo World of Warcraft, testando o trial de 10 dias e jogando nas minhas férias. O MMO da Blizzard é sensacional e sempre tem coisas novas para fazer, mas como na época não tinha poder aquisitivo para comprar, optei por deixar quieto. Outro fator que impede a compra é que o game é quase uma religião: você tem de se dedicar muito, e aí teria de deixar o PS3 de lado. Por você ter de pagar uma mensalidade jogar quase vira uma obrigação. E aproveitando que estava apenas nos RPGs eu aluguei o Dragon Age: Origins, pegando posteriormente emprestado durante a SP Game Show, onde testei o Wii pela primeira vez e joguei diversos games legais, como o Blur, Split/Second num PC top de linha, e outros. Uma experiência sensacional, e que devo postar novamente em breve, com posts com fotos de cosplayers e um vídeo do Street Fighter IV com 6 monitores que filmei no finalzinho do evento.

Então comecei o Final Fantasy XIII, mesmo com todas as críticas que o RPG da Square estava recebendo. Só que aí a Atlus setou os servidores do Demon’s Souls para Pure White, deixando o game mais fácil, onde eu fiquei ocupado durante umas 2 semanas, evoluindo e continuando o zeramento, aproveitando para detonar o Flamelurker. Depois parti para o Assassins Creed II, jogando patologicamente pensando na platina, até me internar no Final Fantasy XIII, ficando 1 mês jogando direto.

Passei 2 semanas jogando um pouco o Gran Turismo 4, para tentar diminuir a ansiedade em torno do quinto game, que estava tendo muita divulgação e estava muito hypeado, até testar os betas do Assassins Creed: Brotherhood e do LittleBigPlanet 2, revezando com outros games que eu estava jogando, sendo muitos deles baixados de uma conta compartilhada com um amigo meu. Então a Criterion e a EA publicaram o demo do Need For Speed: Hot Pursuit, onde muitos decidiram bater os tempos dos amigos da PSN e sacaneando no Twitter. Iniciei alguns dias depois a segunda série de posts, com os games que estava jogando durante a semana. A partir daí, vocês estava acompanhando de camarote toda a minha vida de gamer, comentando os games que estava jogando no final de semana e durante a semana. Diário da vida real.

Então começaram a época dos games da PSN e dos jogos apenas single-player: Soldner X-2: Final Prototype, Joe Danger e Peggle nos casuais, Castlevania: Lords of Shadow, Prince of Persia: The Forgotten Sands e Alpha Protocol, onde este último eu aluguei em 2 finais de semana seguidos. Joguei também o Need For Speed: Hot Pursuit, tive a chance de testar novamente o beta do multiplayer do Killzone 3, aluguei Gran Turismo 5 e recentemente decidi jogar pra valer o Dragon Age: Origins e o Assassins Creed: Brotherhood, games que estou jogando nesse momento.

Já se passaram mais de 2 anos que tenho o PS3. Hoje tenho mais acesso a muitos jogos que não tinha antes. Até o fechamento deste post tenho 1173 troféus, sendo que o primeiro troféu que ganhei do um do Pain e o milésimo foi a luta contra o Blue Dragon em Demon’s Souls. Até gerei cards de PS3 com o milésimo troféu:

Platinei 6 games até o momento, sendo que a primeira platina foi o Tomb Raider Underworld e a última foi o Assassins Creed II. Os outros games já platinados são: Uncharted: Drake’s Fortune, God of War (I e II) e Burnout Paradise, onde neste último eu completei 100% de troféus! É um número modesto se comparar com outros leitores, mas como gosto de revezar bastante então acabo ganhando mais quantidade que qualidade dos troféus.

Então chegamos à centésima semana. Por isso decidi fazer este post enorme com um retrospecto de toda a história da coluna e vou fazer uma promoção:

Iremos sortear, na semana que vem, um card de $10 dólares da PSN Store para quem apenas comentar neste post.

Um sorteio simples! Vou estudar como que o Xbox Plus faz os sorteios dos games e fazer algo parecido. E valerá os comentários até fechar este post, que deve ocorrer nesta segunda ou terça-feira. Basta comentar com um e-mail válido, já que iremos enviar o redeem-code por e-mail para o vencedor.

E para terminar, irei jogar o Assassins Creed: Brotherhood e o Dragon Age: Origins, onde irei fazer algumas quests na cidade de Denerim e no game da Ubisoft eu irei continuar o single-player, onde comecei o capítulo 3.

E você? Vai jogar que game(s) neste final de semana?

Relacionados e Publicidade