Pular para o conteúdo
Início » E3 » Opiniões rápidas sobre a E3 2009 (até agora)

Opiniões rápidas sobre a E3 2009 (até agora)

pele_e3_2009

A E3 é um dos poucos eventos de games onde tudo acontece: conferências gigantescas e milionárias, muito jornalista cobrindo, informações suficientes para um mês de discussões, etc etc etc. Sei que a gente num é uma equipe grande e todo mundo trabalha em empregos formais, e com isso a nossa cobertura não chega perto dos grandes portais e blogs nacionais e internacionais. Mas acho que com esse texto dá pra postar um pequeno resumo. Antes, algumas opiniões rápidas das conferências, onde usei a ordem de potência das mesmas.

Ubisoft: palestra morna, sem sal. Pouca coisa se salvou, como uma amostra gameplay de Splinter Cell – Conviction (post mais detalhado em alguns dias. Eu pirei com o jogo!), um trailer introdutório de Assassins Creed 2 e ver o Pelé falando em português lá. Mesmo com tradutor, ver ele falando a nossa língua foi épico e pra mim um dos melhores momentos da E3. Pelo menos essa eu consegui ver em casa, apesar dos lags monumentais! Aliás, eu quase postei um texto com um Liveblogging, mas como tive problemas com a conexão (e o IGN não passava a palestra ao vivo, sendo que era o link com menos lags), eu nem postei isso e se tivesse postado seria o maior epicfail da blogosfera gamer brasileira. Cautela é a ordem do dia!

EA: também morna, onde só peguei o finalzinho da palestras. Esperava um novo Burnout, mas acho que é cedo demais pensar numa sequência. O que salvou foram os trailers impressionantes do novo Star Wars e do Brutal Legend.

Nintendo: acompanhei via liveblogging no Meiobit Games e pelo Twitter e percebi que o povo não estava muito animado, batendo poucas palmas. Nessa eu concordei com o engmarx:

Sem aplausos. Estou com dó da Nintendo. MAS NÃO DESSA VELHA CHATA!

Eu num vi a tal da velha que ele comentava, MAS eu estava só lendo textos. Sei que admito que sou anti-Nintendo (sei lá, minha veia circula sangue do tipo Hardcore gaming,saca?), mas eu queria que ela mostrasse muita coisa da apresentação, pra deixar a E3 mais interessante. Mas foi mais o MotionPlus, Zelda no DS, novo Mario pro Wii e novo Metroid (pra citar a parte mais relevante). E a ausência do Shigeru Miyamoto, considerado o deus-mor dos videogames, deixando muita gente frustrada.

Sony: depois do maior Owned do ano (detalhes no parágrafo abaixo), ela correu atrás e conseguiu surpreender, com vídeos em gameplay do Assassins Creed 2, God of War 3 e mais um trailer do Uncharted 2 (que ainda não vi nenhum vídeo dos 3 jogos). Também mostrou em estágio inicial um controle similar ao Wii, um novo anúncio do Metal Gear pra PSP (que contará a história de Outer Heaven) e vídeos de Final Fantasy XIII e Final Fantasy XIV. Sim: Final Fantasy QUATORZE (ou CATORZE, sei lá…as duas formas são corretas), que no começo me deixou animado, mas que desanimei um pouco depois por ser online. Mas a Sony garante que será exclusivo pro Playstation 3.

Só que a melhor notícia da empresa para mim não foi tudo isso que comentei acima (o que já era esperado). E sim isto:

Sony detalha planos para o Brasil; PS3 e PSP fazem parte

Não preciso dizer mais nada, né? Vou ver se daqui a pouco comento sobre isso também! Se eu tiver tempo, claro!

Microsoft: Owned em todo mundo com o Project Natal (sensor de movimentos usando uma câmera e onde o “joystick” será o próprio corpo do jogador), Owned nos sonystas com o anúncio do novo Metal Gear pro Xbox 360 e Owned no Flausino pela exclusividade do Splinter Cell Conviction, que vai me fazer eu trocar de computador só pra jogar essa belezinha! Mas isso só deve acontecer lá pra 2011, depois que eu pagar a minha TV LCD que ainda irei comprar!

Por enquanto é só isso. Ainda falta a conferência da Konami, que deve contar sobre uma máscara que está no site do Kojima. Dizem por aí que será um novo Castlevania, mas é melhor não pensar no assunto por enquanto. E durante a semana iremos tentar comentar o máximo possível das novidades do mega-evento. Fiquem ligados!

[Imagens via Warpzona e Hadouken]

Relacionados e Publicidade
Marcações: