Início » Bioshock » Os gêneros de games que eu não gosto

Os gêneros de games que eu não gosto

Uma das vantagens de ser blogueiro e não jornalista trabalhando em revistas e jornais é que aqui eu posso comentar o que bem entender e optar por não jogar certos gêneros de games, diferentes dos nossos amigos das revistas, que algumas vezes é obrigado a jogar certos games por causa do próprio trabalho, que é informar aos jogadores em análises como é aquele jogo. OK, os bloggers também fazem isso, mas é melhor por jogarmos apenas os games que a gente realmente interesse em jogar.
Então decidi ser polêmico neste texto e comentar sobre os gêneros dos games que eu posso não jogar (os que vou evitar). Antes que me taquem pedras, saiba que todo mundo deve ter um estilo que não goste e por isso vai sempre evitar aqueles tipos de games. Um jogador está procurando, primeiramente, diversão em primeiro lugar, e ele jogar obrigatoriamente um game que não goste pode eliminar o fator mais importante do jogo.
Depois do Continue Lendo, a continuação deste texto:

Jogos de esporte (exceto corrida)

Antigamente eu gostava muito de games de futebol, mas só gostava do Fifa. Como o Wining Eleven na época (não sei como é hoje. Não joguei eles no Playstation 2 ou em outras plataformas) não tinha os direitos de usar os nomes dos jogadores, eles variavam e algumas vezes a gente tinha trabalho dobrado pra trocar os nomes ou mesmo jogar o game. Isso já limava um pouco a diversão, já que teria de perder tempo trocando os nomes dos jogadores. O tempo passou e comecei a deixar de lado, inclusive na minha vida pessoal, um dos esportes mais famosos e praticados do planeta, deixando de assistir e deixando de torcer pra algum time.
E como não via grande coisa nos outros esportes, então eu simplesmente deixei de lado. Não passa pela minha cabeça procurar um daqueles games de futebol americano pra jogar. Talvez eu procuraria um beisebol ou um game de xadrez, já que me considero uma pessoa mais intelectual, mais CDF.
Já games de corrida são exceção. Desde antigamente eu já jogava no Playstation Need For Speed e Gran Turismo (ok, ainda não joguei as versões do Playstation 2, mas é porquê eu preciso terminar outros games antes) e quando ganhei o PC passava horas jogando Need For Speed Underground. O problema é que a série acabou piorando depois do Most Wanted e o Carbon eu jogo só de vez em quando. Já os outros games eu prefiro passar e jogar outros gêneros do que tentar jogar mais um Need e ficar decepcionado.

Jogos de estratégia

Este é um tipo de game que eu não curto jogar mais por ser um tipo de jogo mais travado, mais lento. Mas peraí: os RPGs são lentos, demoram pra jogar, e você comenta sobre a lentidão dos games de estratégia? Sim: não compactua na minha mente ter de passar vários minutos construindo uma locação através de coleta de recursos dos locais (ok, isso poderia ser útil como um level designer pra aprender a construir uma vila medieval, mas posso procurar referências em jogos de RPG comuns, filmes e livros) e defendendo a mesma, tentando criar estratégias de defesa e de ataque a outros reinos. Sei lá, acho que gosto de ter mais controle nos personagens do que ver eles atacando aos montes nesse tipo de gênero.
Não é uma justificativa muito plausível acima, mas sei que na minha mente eu não consigo gostar desses games. Já tentei jogar o Age of Mythology e não passei muito do começo.

Jogos em primeira pessoa

Este é um gênero bastante complicado. Primeiro que quanto a comentar sobre games de tiro eu sempre vou fazer de tempos em tempos, como fiz com o Crisis Warhead e o Call of Duty 5. Fiz isso mais por causa de timming e pra tentar ser o primeiro a postar certas coisas, como scans, e quem sabe ser linkado por algum blog grande de games (sim, às vezes eu penso nisso. É bom ser linkado por outros!).
Mas não pergunte se eu irei jogar esses games. Este tipo de game me causa enjôo. Não gosto da idéia de não ver o personagem na tela, e como gostei muito de Tomb Raider eu acabei gostando de ver o personagem na tela, se interagindo com os oponentes e cenários. E também em games de tiro você movimenta muito a tela pra acertar algo e como o cenário passa rápido demais nas laterais (como se estivesse num corredor, por exemplo) isso me causa desconforto. Sei que em games de terceira pessoa isso as vezes também ocorre, mas você vê o personagem e a câmera acaba ficando mais travada.
Mas isso não me impediria de jogar um Halo 3 ou um Half Life 2 por serem games que considero fodas, mas sei que a diversão seria limada em alguns aspectos. Já joguei alguns games de tiro e não posso dizer que tive uma experiência marcante.
E por isso games como Mass Effect e Bioshock são games que não irei jogar já que de que adianta você jogar só pra analisar o mesmo se você sabe de antemão que o estilo do jogo é num gênero que você não curte? Prefiro jogar outros tipos de games do que procurar algo que sei que, depois que jogar, vou dizer: perdi tempo jogando isso. Nem me diverti direito…

Simuladores de alguma coisa

Tirando alguns games que corrida que podem ser classificados como simuladores, outros tipos de simuladores eu não procuro pra jogar por não ter muito tempo pra isso (mas nesse caso os jornalistas de games ganham, já que como ganham a vida jogando, analisando e criando/traduzindo matérias, eles podem ter mais tempo pra jogar do que eu, que tenho de trabalhar com analista de sistemas pra sobreviver e estudar nas horas vagas). Games como Ace Combat até que eu jogaria e teria uma experiência muito foda com relação a ter adrenalina num ambiente de combate aéreo.
Mas se eu quiser um game que tenha movimento eu pego o God of War e fico jogando como um game casual! Sim, eu uso o game pra me divertir de vez em quando!
Já outros simuladores como The Sims, eu não gosto mesmo desse tipo de jogo, por achar ele meio bobinho e como disse acima nos games de estratégia, eu gosto de ter mais controle dos personagens. Ver os mesmos vivendo me tira esse controle que gosto de ter nos jogos.
Mas se você gosta de ter controle, e os games de RPGs onde parte dos personagens é controlada pelo computador? Aí é um pouco diferente já que neste tipo de game você pode definir estratégias de combate e às vezes mudar de jogador a qualquer momento, como o Final Fantasy XII.

Complicações em não gostar de certos estilos

As complicações maiores são que isso me deixa mais limitado como um blogger, já que as opções de posts e de comparações entre os games (que é necessário para uma análise) é diminuída. Talvez eu até comente sobre um Fifa 2009/2010, mas sempre será um comentário mais simples, em virtude do meu desconhecimento daquele gênero. E por isso vou deixar de comentar muito sobre esses games aqui, preferindo colocar outros tipos de jogos como pauta.
Como um possível desenvolvedor de games as complicações pioram a minha futura vida profissional. Um desenvolvedor tem de estar preparado pra criar qualquer tipo de game e isso também limita o meu conhecimento atual (como no comentado acima) e as minhas habilidades de criação. Pra criar um game que possa ser decente a gente tem de ter, obviamente, jogado o mesmo antes e entender como ele funciona e como ele pode divertir o jogador. Se eu deixo de jogar certos gêneros, terei mais dificuldade em criações e posso até perder o emprego/oportunidade numa empresa desenvolvedora de games.

Concluindo

Bom, fiz este texto por alguns motivos. Primeiro que gosto de ser transparente com os leitores. Se alguns aqui só esperam que um dia possa ter posts assim, não ligo se eles pararem de ler o meu blog. Sei que estou perdendo audiência com isso, mas quero ter leitores que gostem mesmo de ler o que eu escrevo, não se preocupando com os gêneros apresentados.
E também prepara aquele leitor pra saber que tipos de assunto eu acabo redirecionando nos meus futuros textos. Alguns podem achar que eu sou um super-viciado em RPGs, um fanboy da Square, um viciado em God of War, mas na verdade como é um blog, eu prefiro comentar sobre algo que eu curto. A cada texto em me divirto em criar, e ficar criando textos sobre gêneros que não gosto acaba sendo mais uma obrigação. E num texto “mais obrigatório” eu acabo criando um texto pior do que se eu comentasse sobre um Final Fantasy XIII por exemplo.
E pra terminar mesmo o texto, desafio outros blogueiros a postarem sobre isso também. Gostaria de saber os gêneros que eles não curtem e o motivo deles não curtirem esses jogos.

Relacionados e Publicidade