Início » Bastidores » Recomeço, mudanças e retorno ao GameHall

Recomeço, mudanças e retorno ao GameHall

Teclado Imagem

Um trampo que nunca dava trégua ou descanso. Essa é a minha relação com o Select Game. Este blog que você está lendo. Um projeto pessoal que está sendo complicado desapegar. Ainda mais depois da maior pane técnica que eu já tive com o site.

Por conta de um medo meu, e de confiança cega na parte técnica da hospedagem e do servidor, eu não fazia backup do site. O portal até que passou por diversas migrações internas nesse meio tempo, mas numa migração interna não fica uma cópia de segurança. E eu nunca solicitei uma, já que tinha um custo pra pedir um backup completo.

Mas quando a hospedagem desligou um servidor de um cliente que pediu o cancelamento, o meu site foi junto. Os backups que o site geravam não eram transportados pra fora do servidor. Resultado: perda total do que tinha lá.

A hospedagem até que tentou importar tudo de volta com o Archivatrix (usando as informações que estavam no Archive.org), mas muita coisa não estava cadastrada lá, as seções de tags viraram páginas fixas, duplicações extremas de imagens (aquele banner de apoiador de Fortine gerou quase 4 mil duplicadas, pois mantinha essa parte no final dos posts), etc.

Só dias depois que consegui localizar um backup antigo e iniciei uma corrida contra o tempo para tentar resgatar parte da nossa história. Eu consegui, com algum custo, importar o backup anterior de março de 2018 para um banco de dados local. Instalei o XAMPP (que instala tudo pro desenvolvedor: Apache, MySQL, Tomcat, etc) e fiquei nas tratativas pra importar o banco. Demorei umas 3 horas brigando com scripts e usando o MySQL Workbench, depurando linhas e linhas do banco de dados. Algumas tabelas gigantes (tipo a do post_meta) eu praticamente cortei parte dela. Provavelmente muitos comentários do site também se perderam com o tempo. Até reativei o Disqus aqui, mas não sei como está nos posts antigos.

(Após a importação, cogitei deixar tudo numa instalação separada, como um “arquivo histórico”. Mas depois pensei melhor e reimportei na mesma base do WordPress mesmo. Ter só um local pra mexer nos posts acaba sendo melhor do que ter 2 wordpress pra administrar (o oficial e mais a instalação de arquivo)).

O backup importado num WordPress local.

Eu também nem sei se vou resgatar o post antigo de aviso (que deixei na home). Só sei que eu agora tenho vários dilemas: tentar resgatar as imagens antigas baseadas nas imagens que tenho aqui no HD do PC, resgatar os posts que não consegui restaurar (todos os posts de 2020, e metade de 2019) ou seguir em frente.

Se eu seguir em frente e não consertar as imagens dos posts, posso focar em novos conteúdos. Se eu tentar corrigir, será mais uma tarefa insana no meu pouco tempo livre. O mais curioso é que, como eu sempre guardava em algum canto todas as imagens – e sempre deixava pra depois se eu deletava ou não), a minha desorganização, em algum grau, pode acabar salvando as imagens e boa parte da nossa história. Basta eu procurar elas aqui que eu estou conseguindo achar a maioria e reupar no site.

A gente só dá valor ao backup quando a gente perde as coisas. Sempre é assim. E não deveria ser assim. A gente tem de ser precavido, mas o otimismo de certos aspectos pode acabar complicando.

Nada dura pra sempre. Sites nascem e morrem todos os dias. Alguns site e portais param na surdina, outros são transferidos.

Sobre transferências, retornamos ao GameHall. É a segunda fez que fizemos essa parceria e desta vez será definitiva. Confesso que eu estava ficando esgotado dos problemas que eu passei nas últimas semanas, e cogitava em parar de manter o site. O Core Web Vitals, os gastos que eu tive nesse processo (que chegam nos R$ 600, somando este layout e o plugin WP-Rocket), tudo foi me esgotando aos poucos. Deixei de jogar videogame por diversão e deixei de praticar outras atividades de lazer em casa por conta desses problemas. E uma hora o corpo pediria para parar.

Eu queria abraçar o mundo com o Select Game e o blog ser uma fonte de renda notável, mas abraçar o mundo hoje em dia é muito mais complicado. Não dá pra competir com equipes de outros portais, que trabalham full-time e postam muitas postagens por dia. Até eu estou no ramo, trampando full-time pra outros portais (!!!), mas acabei indo para uma área muito mais visual do que editorial. E indo mais para a seção de comunidade, que passei a gostar bastante.

Os posts mais recentes do Instagram do Select Game, com divulgações de cosplayers, dança do ventre e alguns posts de games!

Com isso, decidi tentar mudar parte do escopo do Select Game, e retornar às origens como “blog”. Os cosplays, que já cobria bastante, vão continuar. Vou adicionar a dança do ventre com posts regulares também de maneira definitiva (que eu já fazia em uma quantidade menor com as web-stories), por gostar da arte, e se depender de mim terá novos posts de dança do ventre todos os dias, junto com as divulgações de cosplays! Os agradecimentos da comunidade sempre ajudam, e até tive mensagens de apoio pedindo pra eu não desistir também!

E quero retornar aos diários de progressão com vídeos.

Pretendo continuar também com notinhas hardnews e artigos regulares, mas com uma intensidade menor. Fazer igual antigamente, quando o blog era uma diversão descompromissada. Também quero retornar a fazer lives!!! Eu tenho até um ring-light que eu ganhei de presente de natal, mas nunca estreei pra valer.

Estar de volta no GameHall vai me trazer o que eu queria muito, mas não sabia que queria isso até a ficha cair: eu quero ter paz de espírito. E parar de me preocupar demais com audiência e com o “bendito Adsense”. O custo de R$ 250 mensal de hospedagem me limitava, as crises de ansiedade por conta do Select e do Adsense estavam ficando mais frequentes. Mas tinha essa conta todo mês pra pagar. E no final das contas a gente retorna pro início todo mês, e esquece que até o Google quer que um editor faça um post para pessoas, e não para buscadores. “Foque no seu público” que mais gente vai vir. É o que eu sempre fazia, mas tinha um Adsense pra me preocupar na frente.

Ainda não sei como que vou fazer com os conteúdos perdidos e as mais de 500 webstories que eu fui criando e que posso tentar restaurar com os backups que eu tenho. O tempo pra mexer nisso será imenso, boa parte delas cumpriram o seu papel de divulgação e com as mudanças de regras do Discover eu acabei desanimando de criar mais postagens. Pretendo usar as webstories mais como diários de progressão e tentar algumas experimentações de guias.

Por fim, a perda das imagens e de uma parcela de posts vai gerar um prejuízo enorme na audiência e na parte de SEO, mas acho que na prática será bom recomeçar e ter um escopo menor. E desapegar também, já que só assim pra eu conseguir seguir em frente com o site.

Obrigado novamente ao GameHall pela confiança depositada em mim e no site. E vamos continuar!