Pular para o conteúdo
Início » Dinâmica de Jogo » Sim City 4 Deluxe Edition: um Estudo de Caso da dinâmica de um jogo

Sim City 4 Deluxe Edition: um Estudo de Caso da dinâmica de um jogo

Google News



Olha! Uma região completa onde você pode colocar sua cidade! Você personaliza essa área com rios, lagos, montanhas, florestas, cânions, mares e ilhas. Escolhe ali um quadradinho, uma pequena parte dessa imensa região, para ser o primeiro passo de sua grande carreira como prefeito. Nome… nome… como chamaremos sua cidade?
Um tempo depois ela já está organizada, lindona! Suas vias estão limpas, sem engarrafamentos ou sobrecargas. Há empregos e fregueses por toda parte, a economia floresce e você já decide a vida dos 80mil habitantes, evocando até os clássicos desastres para apimentar a diversão.
“Mas isso não tem grandes novidades, Tiago: desde os mais velhos Sim Cities as coisas funcionavam mais ou menos deste jeito”. Sim, mas estamos falando do Sim City 4 Deluxe, aquele que eleva a experiência de gerência a um completo novo patamar: agora você não tem só uma cidade, tem uma região toda à seu dispor, coalhada das cidades que você cria.


“Ah ta. Grandes coisas, Tiago. Eu sempre pude fazer várias cidades nos meus jogos. Qualé a graça?” A graça é que as cidades não só existem como realmente interagem entre si gerando toda uma dinâmica particular no jogo: se seus habitantes não conseguem emprego em uma cidade, eles vão procurá-lo nas vizinhas; se você tem um município agrícola, trate de ter muitas pessoas na região para que suas fazendas não virem desertos.
Essa interação só se dá quando você conecta essas cidades com rodovias, estradas, metrô, trem, aeroportos ou até mesmo hidrovias. São elas as responsáveis por toda essa tal dinâmica de interações que fazem bater o coração do jogo. Vale lembrar que é o próprio jogo o responsável por acertar essas tais conexões nos mapas das cidades, tornando o trabalho de criá-las extremamente simples.
A grande sacada é que todas essas cidades, como dito anteriormente, são criadas pelo jogador. Portanto, é ele também quem as gerencia. Se estiverem faltando empregos, você pode torná-los abundantes num município vizinho: isso atrairá os desempregados e deixará todo mundo feliz; se uma cidade é turística, crie várias outras ao seu redor para fornecer turistas.

Mais estrategicamente falando, essas conexões também permitem negócios intermunicipais. É aí que vem à tona toda a visão gerencial necessária para se dar bem no jogo. Se seu orçamento mensal está apertado, é uma ótima idéia vender recursos como água e energia ou até mesmo espaço físico para que os municípios vizinhos livrem-se de seu lixo. Não basta simplesmente tomar conta de sua cidade, é preciso ter uma visão de toda a região para supri-la com aquilo que realmente seja necessário e, conseqüentemente, mudar seu estilo de gerência para alcançar esses objetivos diferenciados.
Com certo tempo de jogo, a região pode ser vista como um Estado, e, o prefeito, como o Governador dele: você deve fazer com que suas rodovias, hidrovias, ferrovias e aerovias interliguem não só municípios vizinhos, mas toda a região, criando uma rede de transporte que beneficie a região como um todo. Só assim você conseguirá fazer seus municípios prosperem da melhor forma possível.
E não pára por aí: existem uns presentes que você só consegue habilitar quando sua cidade alcança determinados requisitos, como alcançar 500 habitantes ou construir 25 parques. Resorts, estádios, zoológicos, marinas e tantos outros formam uma lista muito grande de presentes com requisitos tão diferentes (como possuir mais de 3mil habitantes rurais ou um mínimo de 35% de água no território) que torna virtualmente impossível tê-los todos habilitados em uma única cidade. Ou seja: Quer testar todos os presentes? Crie e gerencie diversas cidades, cada uma com seu estilo único. Essa é uma característica simples que incentiva ainda mais a já citada mudança do estilo de gerência.
Para forçar ainda mais a construção de um Estado completo, vários desses presentes têm requisitos ligados diretamente à região, como ter um mínimo de 6 cidades conectadas ou ter vários aeroportos nas redondezas.
Como pode ser claramente notado, a adição de uma aparentemente pequena funcionalidade ao jogo muda completamente as dinâmicas dele. A implementação da gerência da área ou Estado no sistema do jogo tornou-o único e, ao mesmo tempo, extremamente complexo. Ele acaba se tornando uma ótima ferramenta de gerenciamento para aqueles que gostam da área e um grande passa-tempo para quem gosta de jogos bem mais complexos.
Sim City é um clássico e um líder do seu gênero. Conseqüentemente, Sim City 4 Deluxe não seria diferente: é um must-play para qualquer um que se interesse pelo estudo das dinâmicas que desencadeiam a jogabilidade dos nossos tão amados jogos eletrônicos.

18 comentários em “Sim City 4 Deluxe Edition: um Estudo de Caso da dinâmica de um jogo”

  1. Definitivamente o melhor jogo da série. A expansão da hora do Rush também traz ferramentas únicas de gerência de trânsito e dá uma dinâmica nova para o problema que mais incomoda nesse jogo. Só achei que faltou um "modo livre", tal como existe no Sim City Sociedades.
    Aliás, achei uma decepção o sucessor do Sim City 4. O jogo veio incompleto, num típico exemplo de "deixa os idiotas comprarem para começarmos a vender expansões". Poucas opções de transporte, gerência quase nula, jogabilidade fácil, ambiente pesado… um brinquedo para aqueles que gostam de montar paisagens bonitas, ou para crianças que gostam de ver os Sims se assustarem com os fantasmas, nada mais.

  2. Pois então, Dauto. Talvez gerenciar um Estado de verdade, com leis e obras que afetem diretamente as possibilidades das cidades, por exemplo. É realmente difícil pensar num novo patamar.
    Ow Vini, eu particularmente NÃO SUPORTO essa porcaria de ter que ficar acertando as ruas por causa de excesso de tráfego. Se eu pudesse, desabilitaria essa característica. Tá certo que com o tempo você pega as manhas de distribuição de tráfego, mas cidades grandes acabam com a paciência de qualquer um. Mas vale à pena instalar a expansão pela simples correção de vários bugs.

  3. Na verdade, eu também acho que falta um modo para desativar isso. Não gosto muito do tráfego.
    Mas gosto das opções: trem, metrô, balsa, etc. Elas dão um charme a cidade. E gosto de ver como os sims estão se deslocando e para onde.
    Poderiam desabilitar o problema do excesso de trânsito, sem desabilitar coisas legais como essas.

  4. Ô, claro! Aeroportos e trilhos elevados também dão um charme todo especial. Tirando aquele monorail que é genial. Aliás, todas essas formas de transporte alternativo dão uma cara toda especial à suas cidades. É legal quando você resolve cruzar 7 municípios com uma rodovia de alta velocidade e ver que aquilo realmente está trazendo benefícios para todos eles.

  5. É… fiquei decepcionado de terem feito o Sim City Sociedades seguir a onda do The Sims. O jogo claramente veio incompleto, e logo expansões devem aparecer por aí… e cada uma custando o preço do Sim City Deluxe na caixa…

  6. Mandem essas sugestões para o pessoal da EA. Se possível, deixe um acompanhamento aqui ou no blog de vocês sobre o processo de "negociação".
    Vocês (inclusive leitores) que já jogam e sabe quais os problemas, podem indicar quais setups podem ser liberados ou ajustados.

  7. De todos os jogos do estilo joguei muito o Sim City 2000, e minha vontade na época era de conseguir controlar também as cidades vizinhas, ou ampliar o terreno da minha. Chegava uma hora que todos os quadradinhos já estavam ocupados :p
    Aí só dava pra derrubar e colocar os tais Arcologies no lugar, uns prédios onde em cada um cabiam 60.000 pessoas!

  8. Gente queria saber o que e area 5,1….e se possivel vcs postarem uma lista dos presente/premios que libera ao decorrer do jogo…
    tenho uma região com 700e pokos mil abitantes e queria saber o que mais tem a liberar…
    se quiserem mande um email….ou poste aki mesmo
    Jonas silva camara
    [email protected]

  9. olá eu não consigo fazer a cidade crescer muito.A minha maior chegou ate 62,000 habitantes mais os recursos que vendemos acabam encerando.Como posso para faze-la crescer bem?Há o comercio não cresce muito e oscila muito qual a taxa devo ficar?e oq devo diminui nas taxas escola,saude,policia,bombeiro,luz,lixo e água…………..

  10. e ai pessoal… to me matando pra instala o novo jogo da serio, o societies. qndo copio o crack ele da erro. nao sei o q faze. com relacao ao 4 hora do rush eu tenho uma cidade com mais de 112 mil habitantes. quem quiser me manda um email que envio o arquivo. flw

  11. jogo todos esses jogos mas o melhor concerteza é o tehe sims 3, o jogo é perfeito, agora o sim city 4 tabem é massa. mas o sucessor sim city societies não gostei não viu, so as expansões prometidas pela EA pra melhorar o jogo.flw

  12. Parabens pelo arquivo. Me mostrou que eu estava jogando totlamente errado ao ver cada cidade isoladamente e nao como um todo. obrigado

Não é possível comentar.