Pular para o conteúdo
Início » Direitos Autorais » Twitch bloqueará áudio não autorizado em gravações de streaming

Twitch bloqueará áudio não autorizado em gravações de streaming

Twitch Audible Magic - Video Flagged 2

Segundo o blog oficial do Twitch, a partir de hoje eles querem que os usuários evitem gravar vídeos com músicas de terceiros, que, na prática, tem direitos autorais. Com isso, eles fizeram uma parceria com a Audible Magic, que tem ligações com a indústria fonográfica, para escanear vídeos já gravados de streaming e vídeos futuros, tirando o som de trechos quando o algoritmo encontra alguma música que tenha direitos autorais não autorizados. Ou seja: o recurso que o Google usa no Youtube terá uma versão similar, mas que tem suas partes boas e partes ruins. A boa é que, aparentemente, o vídeo não será removido do Twitch (como acontece com o Youtube). A ruim é que, segundo eles, a tecnologia do Audible Magic só consegue escanear blocos de 30 minutos, e se o algoritmo detectar algum trecho (que pode incluir músicas in-game, sons ambientes do quarto do jogador…) o bloco inteiro de 30 minutos será “mutado”, removendo os sons do vídeo.
Num vídeo do Adam_pk tem um exemplo: se o jogador avançar o vídeo até perto da marcação, o vídeo será mutado quando iniciar a marcação, e se ele avançar o ponteiro da posição do vídeo para dentro da marcação, o vídeo será mutado naquele trecho. Dá pra burlar essa parte se o jogador pausar o vídeo, reapontar o vídeo e mudar o volume, o som voltará naquela parte definida pelo algoritmo, mas não é uma tarefa trivial, e provavelmente eles poderão corrigir essa falha. Já o download do vídeo aparentemente não foi afetado, podendo baixar o vídeo completo com som, e aparentemente o recurso só funciona no player (lembrando que pra download, só via plugins de navegadores ou programas externos, como acontece com o Youtube, ou o jogador pode gravar o próprio streaming).
Outro caso curioso é um vídeo do próprio Twitch, que também foi marcado e depois da primeira meia-hora, outra parte enorme do vídeo teve o som removido.
A questão maior (isso conversando com alguns amigos aqui) é que infelizmente a indústria é dessa forma. Os compositores gastaram o seu tempo e tem de ganhar pelo seu trabalho. Eles tiveram custos pra gravar, tem a questão das gravadoras, e por mais que a indústria fonográfica seja de certa forma draconiana (e muitas delas exploram bastante os próprios músicos) então só resta ao jogador se adequar a ela. As empresas de jogos licenciam a música para jogar, e não fazer streaming. Na época da treta do ContentID muitas empresas liberaram os vídeos no Youtube pois a indústria de games, em sua maioria, precisa dos Youtubers, e parece que o Twitch está indo pro mesmo caminho. O que muitos deveriam fazer (mas isso nunca passa pela mente da maioria) é procurar a empresa que detém os direitos autorais e pedir uma autorização de cada faixa, mas pode ser que o dono do canal não consiga ser bem-sucedido nessa, fora os custos pra licenciar uma faixa, que podem ser elevados (ainda mais por envolver também propaganda nos vídeos).
Para o jogador não ter problemas, o Twitch recomenda usar músicas liberadas de serviços como o Creative Commons, Jamendo e o SongFreedom. Só que como alguns jogos usam músicas licenciadas e oficiais de bandas e músicos (a série Need For Speed e o já citado GTA Vice City, por exemplo) então esses vídeos poderão ser marcados. Já os streamings ao-vivo não serão afetados, e aparentemente, o Twitch não irá bloquear as contas dos jogadores. Quanto às reações dos jogadores, muitos já estão em polvorosa e outros já citam que o Twitch está dando um tiro no próprio pé. Mas empresas grandes, eventos diversos e jogadores com uma alta taxa de visitas e fãs não serão tão afetados, só que agora é uma tendência. E pra eles evitarem processos por parte das gravadoras, o jeito é se aliar à indústria pra não saírem do mercado. Pelo menos em um primeior momento eles estão mais bonzinhos do que o Youtube, que remove o vídeo do ar (ou muta o vídeo), marca a conta do usuário e sucessivas marcações encerra a conta dele. E isso ninguém quer, principalmente Youtubers com milhares de seguidores, sendo que muitos deles ganham a vida com isso atualmente.

Relacionados e Publicidade