Início » Game Design » Usando o RPG Maker como ferramenta de level design

Usando o RPG Maker como ferramenta de level design

Vindo das profundezas do extinto GamedevBR (mas que ainda faz parte da alma do Select), temos um texto de uma coluna que eu iria fazer 1 vez por mês no RPG Maker Brasil, na coluna “DesignBR”. Como o site desapareceu e teve muitos problemas (aliado a falta de memória pra saber se o post abaixo veio à luz do dia ou não), acredito que não teria problema em re-publicar aqui o material que escrevi. Apesar de alguns não morrerem de amores pelo RPG Maker, a ferramenta ainda é bem interessante para uso!

__________________

Numa equipe de desenvolvimento de ponta cada um tem a sua função. Temos os roteiristas, os programadores, os artistas…e planejar certos detalhes de um game podem ser difíceis para um game designer, que algumas vezes não tem muitos dons artísticos para, por exemplo, esboçar uma cidade medieval (ou mesmo interior de uma casa) e como que ela poderia ser. Esboçar uma cidade e criar ela é normalmente, uma tarefa de um level designer (que em empresas grandes temos também o level artist, que cuida da parte técnica do cenário), que pode ter dons artísticos mais elaborados (saber desenhar bem usando técnicas de perspectiva, por exemplo) e saber modelar em 3D usando algum software de modelagem, como o Blender, o 3D Studio Max, o XSI e o Maya.

Em equipes médias e pequenas o líder do projeto ou o game designer pode querer mostrar pro modelador como que ele pode querer uma casa e/ou uma cidade. Então ele pode usar o RPG Maker e ir montando a sua cidade/locação do jeito que ele quer. Quando o modelador poder ver esses detalhes ele pode trabalhar melhor no cenário e até mesmo usar texturas parecidas com as utilizadas pelo game designer na cidade-esboço que ele criou usando o software.

A maior desvantagem desse método é que em cidades mais complexas e que tem variações de altitude no terreno (como um pequeno morro numa ruela) esse método pode não ser tão eficaz e você terá de complementar seu planejamento com outros esboços. Aí ter alguém que saiba desenhar pode fazer a diferença num projeto qualquer. Ou o game designer pode explanar com muitos detalhes como que uma cidade pode ser, explicando cada estrutura.

Por fim, tentei explanar de forma simples como que o RPG Maker pode ser usado para auxiliar na tarefa de um game designer indie. É claro que o software não é bem para esta finalidade (ele tem mais recursos e é bem mais poderoso), mas para quem não tem muitos conhecimentos de modelagem pode ser útil para mostrar ao modelador como que ele quer uma locação interna em seu jogo 3D.

Relacionados e Publicidade