Início » Bandai Namco » Vazam supostas imagens e infos de Dark Souls III

Vazam supostas imagens e infos de Dark Souls III

Dark Souls III - Dragons - Screenshot Full HD - 1920x1080

Depois dos rumores acerca de um anúncio de Dark Souls III nesta E3, parece que o “provável” vazamento de ontem veio com muito mais impacto e cautela. O canal do Youtube “The Know” (responsável pelo rumor desmentido da compra da franquia Silent Hill pela Microsoft) divulgou muitas imagens e informações sobre o novo game da From Software, com imagens inéditas e impressionantes dos cenários.

Cenários cheios de dragões e com ambiente noturno, uma imagem com um eclipse ao fundo (que pode ter parte interna de mecânicas, talvez uma tendência de mundo) e locais muito similares aos dos mapas dos jogos anteriores da empresa. Numa delas tem uma arquitetura similar a da fortaleza Iron Keep (do segundo Dark Souls):

Outra com o personagem em cima de talhados, similar a Undead Burg (do primeiro Dark Souls) e similar a um trecho da Forest of The Fallen Giants (do segundo Dark Souls) logo após um dos bonfires e que leva a uma rota perto do chefe “The Pursuer” (em sua primeira aparição naquele pátio aberto):

E locais parecidos com o Bloodborne, que não tem relação com o universo da série Souls, mas tem a mesma pegada gótica e de gameplay:

Já a imagem abaixo é praticamente a mesma locação, mas sem o tal do “Eclipse” que mudaria a iluminação dos mapas, e num ponto diferente do mesmo corredor:

Agora vamos às informações detalhadas no vídeo, que foram compiladas pelo Gematsu:

  • Lançamento para PlayStation 4 e Xbox One em 2016. PC é listado também, mas eles comentaram que a listagem foi acompanhada da palavra “negociável” (sugerindo que a versão seria lançada depois)
  • Suporte de 1 a 4 jogadores, sendo que seria possível summonar mais que um amigo ou ter um elemento de PvP (jogador vs jogador).
  • 10 classes jogáveis, todas disponíveis no início do game.
  • 45 novos inimigos, 15 chefes inéditos. Personagens e monstros dos jogos anteriores não estão incluídos nesta conta (que poderia sugerir a aparição de alguns deles).
  • 100 novas armas e 40 sets de armadura, e equipamentos dos jogos anteriores não estão incluídos nesta contagem (e que podem retornar).
  • 60 minutos de cenas não-interativas, a maioria feita pela engine do jogo, em vez de pré-renderizadas.
  • O jogo terá em torno de 12 áreas.
  • Mudanças na interação com outros jogadores. O jogador poderá participar de “cerimônias de sacrifício”, carregando um corpo por aí e fazer um ritual, visitando o mundo de outro jogador. Isso marcará o jogador para outros. Também será possível sacrificar um corpo para criar um bonfire no local onde foi realizado o sacrifício.
  • Fontes de luzes e layout dos inimigos serão alterados.
  • Batalhas contra chefes terá um fator de “Heat Up”, que irá mudar completamente a batalha com certos fatores.
  • O jogo irá adicionar a “Sword Fighting Arts” , incluindo “Rush In” e “Circle”, fazendo um “ataque de sacrifício” onde o jogador mergulhará até o oponente e fará um ataque maior, parecendo um movimento de desvio.

A ideia de sacrificar cadáveres dos inimigos para criar um bonfire é bem interessante e que praticamente muda a forma de agir nas fases. Prosseguir o máximo que puder e criar um bonfire em um ponto avançado, ou sacrificar um inimigo em um ponto qualquer, mas ter um trecho enorme pra percorrer? Com a primeira visita essas dúvidas percorrerão a mente dos jogadores, mas depois o jogador poderá escolher um ponto neutro e “no limiar” a um trecho especialmente difícil.

Outra questão é que certamente teria limitações da criação nas áreas, e ao criar um bonfire, provavelmente não seria mais possível criar outro com um ponto próximo. Também seria interessante se desse pra “mover” o bonfire, mas isso deixaria o game infinitamente mais fácil e mais travado, pois os jogadores mais cautelosos poderiam matar um grupo de inimigos, mover o bonfire, matar outro grupo, parar, mover, etc.

Já a questão do eclipse não foi detalhada pelo vídeo, e pode ser uma nova versão das tendências de mundo. De dia, um jogo mais acessível, e à noite um estilo mais intimista e mortal, com uma nova leva de inimigos, inimigos mais poderosos e ter mais inimigos “Black Phantom“, que são versões mais perigosas que os inimigos normais.

Já a questão das locações, aparenta ser bem poucas, mas provavelmente eles se referiam a àreas maiores no jogo, tendo sub-áreas diversas igual aos games anteriores. Quanto aos sets de armas, muitos jogadores não curtiram muito a pouca quantidade de equipamentos no Bloodborne, e normalmente os jogos da série Souls tem muitos sets diferentes de equipamentos.

___________

De maneira geral, chega a ser surreal ter esse tanto de informações e mostrar a cara pra todo mundo. Se isso tudo for verdade, a fonte do canal é muito quente, ou estamos diante de um fake bem-feito, pois não faz sentido perder tanto tempo editando imagens do jogo e depois ser desmentido. Um palpite é do game ser a próxima capa da Game Informer e eles terem tido acesso à edição, capturando as imagens da revista. Só assim explicaria todas essas informações, as imagens e não ter nenhum vídeo. O site teve uma nota relacionada ao jogo, mas eles não colocaram o embed do vídeo, não colocaram nenhuma imagem vazada e expressaram bastante cautela, por conta das imagens terem uma HUD parecida com o dos jogos anteriores.

Mas pelo histórico de vazamentos da série, em 2014 o Bloodborne chegou a vazar bem antes da E3, mas com vídeo de gameplay e citado como “Project Beast“. Para efeito de curiosidade, o primeiro Dark Souls não chegou a fazer, mas foi revelado na Tokyo Game Show como “Project Dark”, e como o Demon’s Souls estava em alta, os jogadores se animaram de ter um game novo da série, e aí a série Souls começou a ganhar mais popularidade com o lançamento multiplataforma.

Se o Dark Souls III for a capa da edição deste mês da revista norte-americana, não esperaria um tratamento diferente, pois a revista negocia com a produtora a exclusividade no mês corrente, e esse vazamento praticamente detona parte de todo o trabalho que eles fizeram anteriormente, e a revista teria uma edição matadora. Junto com o anúncio na E3 com um vídeo, os jogadores iriam curtir bastante as informações oficiais.

O jeito será esperar até o evento. Se a capa da revista for diferente, e o game não for anunciado, ou as informações são falsas, eles podem ter desistido de anunciar ou o game não estava pronto para ser anunciado este ano. Já tem jogador reclamando da série estar ficando “anualizada” e da From Software começar a saturar a fórmula, mas até o momento não vi saturação da fórmula. Fora que os fãs da série tratam os jogos de uma maneira um pouco diferente do que vemos em Assassin’s Creed, pois muitos deles continua jogando e jogando o game por meses a fio, jogam os DLCs, fazem o PvP e sempre discutem os enredos enigmáticos da série, que sempre está nas entrelinhas das descrições doas itens encontrados no jogo.

E tanto a From Software, quanto a Bandai Namco e a Sony, sabem que a série está vendendo bem, e com o Dark Souls II ter saído no PS4 e no Xbox One, mais jogadores tiveram acesso à série e no PS4 tem o Bloodborne, que veio bem-elogiado pelos jogadores, mesmo estando “mais fácil” que os jogos anteriores da série Souls. Os jogadores da série estão sempre sedentos por mais aventuras hardcore, e com o estilo da From Software, ter mais um anúncio é sempre bem-vindo.

Abaixo tem mais imagens divulgadas pelo canal e o vídeo deles:

Relacionados e Publicidade