Início » World of Warcraft será lançado no Brasil totalmente em português e por R$15 mensais!

World of Warcraft será lançado no Brasil totalmente em português e por R$15 mensais!

Na última quinta-feira a Blizzard fez uma festa em São Paulo para anunciar novidades sobre o World of Warcraft no Brasil. Confirmando todos os rumores anteriores, o MMO será lançado por aqui totalmente em português. Preços: o game básico + Burning Crusade será vendido por R$ 29,90 (excelente preço!), as expansões Wrath of Lich King e Cataclysm por R$99 reais cada (preços um pouco altos), e a mensalidade do jogo, bom, será de 15 reais.

Como é que é?

Isso mesmo: Quinze reais. Menos do que o valor da mensalidade oficial, hoje por 15 dólares nos EUA. Se os R$ 29,90 já são convidativos para você jogar o MMO, os 15 reais de mensalidade são espetaculares. E ainda tem mais: você poderá pagar por cartão de crédito nacional, internacional, comprar cartões pré-pagos em lojas ou via boleto bancário. 15 reais por mês não é uma quantia tão alta e vi que será fácil manter o jogo mesmo sem jogar ele de “forma hardcore”. Porquê é aquele negócio: quando você paga algo, você tem de aproveitar sob o risco de ficar com remorso e achar que está “jogando dinheiro fora”.

Os detalhes do processo de tradução impressionam: 2 anos de trabalho, mais de 100 dubladores, 4 milhões de palavras traduzidas, mais de 17 mil arquivos de áudio. Quests, nomes de itens, cidades, dublagem. É o maior processo de tradução de um produto de entretenimento que eu já vi. Claro que muitos jogadores estão criticando a empresa por conta da mudança de nomes: de Stormwind para Ventobravo, Outland para Terralém, Illidan Stormrage para Illidan Tempesfúria, Sylvana Windrunner para Silvana Correventos.

Para o jogador veterano, o jeito é acostumar.Agora, o nome nacional do vilão de Cataclysm ficou muito bom: Asa da Morte, o Destruidor. Parece nome de carta de Magic…

E ninguém será obrigado a baixar o pacote de tradução, que será gratuito para quem já joga nos servidores oficiais.

A Blizzard também lançará servidores exclusivos para os brasileiros, e quem quiser poderá migrar os seus personagens e ítens para os novos servers sem custo adicional no começo das operações. Após algum tempo ela irá cobrar pela migração, no mesmo sistema que vigora atualmente na Battle.net. Eu irei migrar os meus personagens do Warsong para um servidor PvE, para ter mais diversão e não ter malucos da facção rival me atacando pelos mapas. Antes tinha escolhido pela enorme quantidade de brasileiros, mas me arrependi e não quero começar outros personagens.

Outro detalhe interessante é a entrevista do Steve Huot para o UOL Jogos

. Ele deu a melhor justificativa do porquê o game tem de ter sistema de assinatura: em games com sistemas de transações, quem tem mais grana compra melhores armamentos. Para a Blizzard, os vencedores tem de ser os jogadores mais habilidosos, dedicados, que cooperem melhor. Nunca tinha pensado por este lado, e concordo com ele: game é experiência, aprendizado, diversão. Muitos acham que o World of Warcraft um game caro, mas a gente acaba pagando muito mais em games de PS3 do que jogando o MMO de maneira oficial e pagando por mês.

Ainda não foi anunciado nenhuma data de lançamento para esta versão, tendo apenas um “ainda este ano”. O rumor anterior cita em setembro, e espero que o game seja lançado até lá. Com as quests traduzidas será muito mais fácil ficar por dentro da lore do jogo e por dentro das sub-tramas do enredo. Aproveitando, veja 3 trailers em CGI e com dublagem oficial:

O World of Warcraft promete virar referência em dublagem de games no Brasil. A Sony terá um desafio e tanto para o Uncharted 3, o próximo game do Playstation que ganhará versão nacional e com dublagem.

Mais screenshots você pode conferir no WoWGirl e no Kotaku. Para mais informações e um FAQ, veja no site oficial da Blizzard.

[Via Site oficial, TechTudo, Nota Zero Games, WoWGirl e UOL Jogos]