Pular para o conteúdo
Início » MCT » Xbox brasileiro, incentivos do Governo e o despertar de um gigante

Xbox brasileiro, incentivos do Governo e o despertar de um gigante

xbox360

Confesso: estou me tornando um otimista incorrigível. Estou acreditando cada vez mais que o Brasil terá plenas condições de crescer e se firmar como um expoente em desenvolvimento e comércio de jogos eletrônicos.

Não é pra menos! Nunca antes houveram tantas boas notícias a esse respeito e nunca se viu tantas iniciativas empreendedoras voltadas aos games dentro do nosso país. Exemplos não faltam: alguns deles vão desde organizações antigas e pioneiras como a ABRAGAMES, passando pelo recente, bem-vindo e (por que não?) polêmico Jogo Justo, a criação de serviços nacionais de distribuição digital, o surgimento de estúdios brasileiros de criação de jogos e a chegada de estúdios de fora.

Todos esses acontecimentos acabaram despertando finalmente a atenção do Governo Federal, que através do Ministério da Ciência e Tecnologia, anunciou que espera concluir até o fim deste ano a elaboração de um projeto de fomento ao desenvolvimento de jogos eletrônicos no Brasil. O MCT espera, já a partir de 2012, lançar editais para empresas de desenvolvimento de games que se interessem em estabelecer-se aqui no país, dispondo de um capital entre R$ 5 milhões e R$ 7 milhões destinados a financiar tais empresas.

Inicialmente voltado para estúdios de jogos para plataformas móveis (leia-se: celulares, smartphones e similares), deixou-se bem claro que a iniciativa não se limitará a essas plataformas, tendo o objetivo de expandir o incentivo ao desenvolvimento de jogos para consoles. A ideia é que o capital seja formado conjuntamente por recursos públicos e por auxílios vindos de empresas como a Microsoft (que esta semana oficializou a fabricação do Xbox 360 e seus jogos no Polo Industrial de Manaus). Negociações estão em progresso para que Sony e Nintendo também participem.

O presidente da Microsoft no Brasil, Michel Levy, demonstrou entusiasmo e afirmou:

“Vamos criar com o ministério [de Ciência e Tecnologia] e outras empresas um fundo que vai fomentar o desenvolvimento de jogos. Nosso objetivo é que o Brasil seja um dos líderes mundiais em games”.

Fico imaginando quanto tempo levará até que esses planos do Ministério de Ciência e Tecnologia se concretizem e espero que tudo dê certo. Já está mais do que evidente que nosso país possui grandes talentos em diversos setores desse valioso mercado e talvez iniciativas como esta sejam o bastante para que surjam verdadeiras oportunidades para todos nesse segmento.

[Fonte: Convergência Digital.]

Relacionados e Publicidade