Pular para o conteúdo
Início » Co-op » Diário Gamer 34 – Co-op em Dark Souls com o Alexandre Soares

Diário Gamer 34 – Co-op em Dark Souls com o Alexandre Soares

Num daqueles dias onde eu estava descansando a mente lendo tweets da galera e o meu primeiro PS3 ainda funcionava sem problemas, o Alexandre Soares estava comentando sobre um salão em Anor Londo (no Dark Souls) com um quadro gigante com um desenho horroroso. Comentários à parte sobre isso, vi que ele estava no começo da fase e me ofereci para ajudar, inserindo um sinal no chão. Depois de alguns minutos com ele tentando me achar no mapa e diversos tweets publicados, o nosso consultor jurídico invocou este que vos escreve para uma partida amistosa.

Beleza, estávamos no começo da fase, mas aí surge, na outra ponta do mapa, um Black Phantom. Optei por esperar até ele chegar para começar o embate, até que ele fez algo inacreditável: o meliante usou uma alavanca e subiu o quiosque que fica no meio das pontes, nos obrigando a ter de fazer todo o caminho inicial pela parte de cima do salão, com pontes minúsculas e ninjas de branco. Vejam o primeiro vídeo, comentando um pouco sobre a situação:

Após o evento fatídico (esse cara foi muito esperto!), decidi voltar ao mesmo lugar e fui summonado novamente, tentando passar com ele por cima. Mais uma morte e na terceira vez descobrimos que a ação do Black Phantom foi permanente pro mundo do Alexandre. Ou seja: teríamos de passar pela rota inicial novamente e descer o quiosque/torre. Fizemos isso normalmente e continuamos a fase, chamando um jogador auxiliar. Mas faltava a parte com 2 arqueiros Silver Knight (similares aos Black Knight) cheio de sangue nos olhos e flechas gigantes. Eu, que não sou bobo nem nada, não avancei nas passarelas perto dos arqueiros, esperando o outro jogador “fazer o trabalho sujo”. Até que ficou fácil pra ele, por ele ter usado a Homing Soulmass (ou a versão mais forte), uma magia que gera 5 bolas de energia e que vão na direção dos inimigos.

Ótimo, um dos arqueiros foram pro beleléu e prosseguimos.

Mas como o mundo é feito de gente competente em parry jogabilidade e vacilos bobos que causam a ruína total na progressão do mapa (lembre-se das minhas mortes estúpidas), eu sucumbi novamente nas mãos de um Black Phantom fenomenal, apenas mandando um obituário pessoal para o nosso amigo durante a passagem: “matem o chefe por mim!!!”

Depois de algum tempo, o Alexandre comenta no Twitter que o outro jogador abriu toda a rota pra ele e o atalho pra sala do chefe, o “grande portão da Catedral de Anor Londo”. Decidi então ir pra lá e fui summonado novamente, para assassinar os nossos amigos “O Gordo e o Magro”. Isso antes de entrar na localidade.

Veja o vídeo:

E com um detalhe que só surgiu agora: eu poderia ter tentado um Parry no primeiro cavaleiro gigante, pois eu estava com um anel que abafa os passos, dando mais furtividade (e facilidade) ao game. Mas na hora eu nem pensei nisso e fui na porradaria clássica mesmo!

Pelo que vocês viram no vídeo, a batalha estava indo muito bem, até o dono da sala morrer nas mãos de um dos chefes. No final, tentamos novamente e nesta terceira tentativa quem morreu fui eu:

Pelo menos o Alexandre conseguiu exterminar os caras, mandando-os para o inferno! A ajuda foi muito válida e deu pra provar que é possível jogar com amigos no game. Óbvio que o jogo “dificulta” um pouco, tendo ainda um matchmaking “não voltado para a colaboração entre amigos da PSN”, para que apenas desconhecidos se ajudem. Eu tive o facilitador de estar no Conevant Warrior of Sunlight, que aumenta as chances de você ser summonado para ajudar alguém. Fora a questão “aleatória” pois nem sempre algum amigo se consegue te achar no mundo, apenas depois de algum tempo procurando e esperando.

Por fim, a experiência foi muito legal, o que aumenta a diversão no game. Dark Souls, tal como o Demon’s Souls, ainda possui um multiplayer inovador para o gênero, onde você pode ajudar um outro jogador “no mundo dele” ganhando outras vantagens extras. E tendo também o PvP (jogador vs jogador), com o Black Phantom e você estando no Covenant Forest Hunter, enfrentando outros jogadores.

Relacionados e Publicidade