Início » Driveclub » DRIVECLUB será removido da PSN Store em agosto; servidores serão desligados em março de 2020

DRIVECLUB será removido da PSN Store em agosto; servidores serão desligados em março de 2020

A Sony divulgou no site oficial que eles pretendem desativar os servidores online de DRIVECLUB, jogo de corridas que foi lançado junto com o PlayStation 4, e que veio com muitas polêmicas na época por conta da versão gratuita da PS-Plus ter sido capada. O jogo-base (incluindo a versão VR, o DRIVECLUB Bikes e todos os DLCs) serão removidos da PSN Store em 31 de agosto de 2019.

Já os servidores online serão desligados em 31 de março de 2020. Ainda será possível jogar o game no modo offline, mas como tem troféus online, pode ficar impossível platinar o game.

Ou seja, todas as funcionalidades online ficarão inacessíveis:

– Usar o seu Season Pass online;
– Representar o seu Clube online em eventos ou tours multiplayer;
– Jogar multiplayer online e competir em desafios;
– Criar seus próprios eventos;
– Competir nos rankings online ou compartilhar estatísticas e progresso de jogador.

No entanto, você poderá:

– Usar o seu Season Pass nos conteúdos single-player e offline;
– Continuar jogando todas as opções e funcionalidades offline;
– Conquistar troféus nos modos offline.

Na PSN Store a Season Pass está por R$ 40, mas a página não detalha muito bem quais DLCs a Season Pass tem, mas segundo alguns jogadores, o passe liberaria acesso a todos os 128 troféus do game (sim, o game tem muitos troféus!).

O jogo em si está saindo a R$ 99 na PSN brasileira, um valor até maior do que o Gran Turismo Sport, que está saindo a R$ 71,50 na versão básica. A Sony poderia reduzir o valor do jogo para incentivar os trophy hunters, ou mesmo reduzir os preços dos DLCs, mas é bem provável dos DLCs continuarem nos preços atuais pra faturar uma grana maior dos jogadores que queiram tentar completar 100%.

Mais Notícias e Posts Recentes

Por fim, é mais um título que perderá os componentes online em breve. A Sony e a Electronic Arts são 2 das empresas que acabam desativando os servidores online de diversos jogos para reduzir custos ou mesmo realocar os servidores para outros jogos e funcionalidades. Como os jogadores perdem o interesse com o passar do tempo, os games com componentes online tem a sua época de ouro quase sempre no início e após o lançamento, e depois os jogadores acabam migrando para outros títulos. Ainda mais na época atual onde o Fortnite e o Apex Legends estão em alta, o que acaba reduzindo a quantidade de jogadores em outros games (o Overwatch e o Destiny 2, por exemplo, não está tendo tanta gente mais, e percebo isso ao logar nos games).

Relacionados e Publicidade