Pular para o conteúdo
Início » Artigos » O verdadeiro preço de um game

O verdadeiro preço de um game

BoxArt - LittleBigPlanet: Game of The Year Edition

Aqui no Brasil a gente sempre reclama: jogo custa caro, impostos abusivos, importadoras/lojistas às vezes mercenários  (principalmente a Sony Style, que cobra atualmente 250 reais num God of War Collection…), etc etc etc. Mas acredito que poucos já pararam pra pensar no verdadeiro preço do jogo. Não aquele que você paga na lojinha e sai de lá com o game. O verdadeiro preço, por exemplo, pode ser uma conta que estou copiando do editor Ricardo Bicalho, do Meiobit. Teve uma época que, pelo que me lembro, ele fazia a seguinte conta pra orçar um entretenimento (isso nos comentários do site):

Preço real = Preço pago/Número de horas

Sim, este é o verdadeiro preço de um jogo. Hoje temos jogos longos e jogos curtos, e um desafio de um desenvolvedor é criar um game que possa ter um ótimo fator replay, não importando a sua duração. Jogos casuais tendem a ter um fator replay alto já que nesse caso você liga apenas pra se distrair. Nos hardcores você também se distrai, mas algumas vezes você arruma um jogo, termina e depois encosta. Quem compra muitos games vê isso acontecer direto: compro um jogo novo esse mês e encosta os outros que estava jogando até o novo jogo chegar. No meu caso encostei temporariamente o LittleBigPlanet e o Trine pra me internar no multiplayer do Killzone 2. Mas voltemos ao assunto do post. A conta do Ricardo é na verdade o que você paga por hora de diversão. Um cinema, por exemplo, é um entretenimento relativamente caro, já que você paga o ingresso e fica pouco tempo lá. Aqui em Varginha um filme de 2 horas custaria 5 reais por hora, já que o ingresso custa 10 reais. Se você é estudante pode pagar metade, e com isso a hora de diversão fica em R$2,50.

Agora apliquemos isso para os games. Num jogo curto, o valor por hora sai mais caro. Uncharted, por exemplo, te dá em torno de 30 horas para você platinar, com 3 zeramentos*, mas usarei o valor de um gamer que não se preocupa com troféus: 10 horas de duração (sim, o jogo é curto). A conta é a seguinte (usarei valores arredondados, dólar que fechou na sexta cotado a 1,725 e 70% de imposto de importação, caso seja taxado)

Preço Normal: US$ 30 * 1.725 + 60% imposto = R$ 82,80
Horas: 10
Preço real: 82,80 / 10 = 8,28

Se compararmos o Uncharted com um cinema, o jogo é mais caro. Mas vamos agora pegar o Burnout Paradise, comprado na PSN,  sem imposto de importação (você está comprando pela internet e fazendo um download), que hoje está custando US$ 20 (sem DLCs pagos). O game é um dos maiores (e melhores) que já joguei, onde juntando o modo online e offline chegando na licença Elite me deu 200 horas de jogo.

Preço normal: US$ 20 * 1,725 = R$ 34,50
Horas: 200
Preço Real: 34.50/200 = R$ 0,1725

Dá pra você ver que quanto mais longo é o jogo, mais barato ele será. Agora se o game custasse o mesmo valor do Uncharted, o Burnout sairia mais barato por ter mais horas pra aproveitar. Talvez o único game do PS3 que tem mais longevidade que o Burnout (mesmo no modo online) é o LittleBigPlanet: como podemos criar fases e o editor tem muitos recursos, é impossível você conseguir enjoar e sempre pode ligar e visitar novas fases criadas pelos usuários, mesmo o jogo estando no momento na prateleira.

Por fim, o post é mais pra comentar de que nem todo jogo é caro no final das contas. Você pode aplicar essa conta na hora de escolher um game caso tenha grana apenas pra um e não pode comprar tudo, mas isso é só um parâmetro que você pode aplicar se quiser. A escolha de um jogo leva mais parâmetros, como o gosto do jogador, a própria grana que ele pode separar, opiniões de amigos, etc etc etc.

*3 zeramentos já que você termina 1 vez pra conhecer o enredo, outra no Hard pra habilitar o Crushing e uma no Crushing. O segundo zeramento é quando você aproveita pra caçar todos os tesouros e fazer outras ações, como matar X com alguma arma obscura. O Crushing é pra você platinar de vez, caso já tenha quase todos os troféus!

Relacionados e Publicidade
Marcações: